[InstaMoments] .. quando não há tempo para nada




Confesso que estou sem tempo. Sem tempo para as minhas receitas, para as minhas fotografias, para um milhão de outras coisas.
O tempo agora é de mudança, de empacotamento, de tomada de decisões.  A casa vai estando finalmente pronta e já se vai vendo tudo aquilo tão imensamente idealizado. E eu lá me vou perdendo de amores pelas minhas portas brancas, pelos móveis embutidos e pela tão ansiada cozinha {5}. Começa a ser tempo de escolher a decoração e entre o papel de parede para o nosso quarto {4} ou o vidro mercurizado {6} que vai lindamente em todo lado, confesso que me sinto assoberbada com tanta coisa. Mas mal posso esperar por ver toda a minha coleção de pratos sem família {2} dentro do sítio que os espera.
E é, entre as mil caixas e o caos , que procuro um umas abertas para tratar um pouco de mim, arranjar as unhas {3} que já não eram tratadas há uma imensidão de tempo, dar uso aos lindos sapatos, uns ou outros {1, 9} ou ao lindo vestido {7} que o meu lindo marido me ofereceu e até mesmo para um jantar em boa companhia num local verdadeiramente intemporal {8}



I confess I'm out of time. No time for my recipes for my photos or a million other things.
The time now is fot the moving, for packaging, for decision-making. The house is being finally ready and already we can see everything so vastly idealized. And I'm falling in love for my white doors, the built-in furniture and the long-awaited kitchen {5}. It's time to choose the decor and among the wallpaper to our room {4} or the mercury glass {6}  that will go beautifully everywhere, I confess that I feel overwhelmed with so many things. But I can't wait to see all my collection of dishes without family {2} within the place that awaits them.

It is, among the thousands of boxes and chaos, that I find an opening to treat me a little, get my nails {3} that were no longer treated in a multitude of time, to use the beautiful shoes, one or the other {1, 9} or the beautiful dress {7} that my lovely husband offered me and even for a dinner in good company in a truly timeless place {8}.

sigam o Suvelle Cuisine no Facebook Instagram }
follow Suvelle Cuisine on Facebook and Instagram}

 Su

Sopa de tomate assado e mozzarella fresca... e um ligeiro caos


{scroll down for english version}


Viver no caos não é, em absoluto e de todo, a minha forma favorita de viver.

untitled-1-2 sopatomate2

Mas a bem da verdade devo dizer que é algo libertador. Caixotes empilhados de coisas e mais coisas, roupa dobrada que pode ficar em cima dos cadeirões porque na verdade mais cedo ou mais tarde irá ser transportada. Os brinquedos que fogem – uns atrás dos outros como formigas – do quarto deles para todas as outras divisões da casa e que por lá ficam indefinidamente porque, afinal, mais tarde ou mais cedo também eles terão um quarto exclusivo onde ficar. 

untitled-51 untitled-8-2 sopatomate

Na cozinha já não há lugar dedicado a nada e, se cabe, é para ficar… só por agora. Não importa realmente se está arrumado porque, bom, mais tarde ou mais cedo será tudo arrumado noutro lado.

untitled-57

E eu lá vou vivendo nesta desorganização usufruindo até um pouco desta condição temporária de, pelo menos por agora, não ter de ter tudo impecavelmente perfeito. 

Ingredientes


  • 1 kg de tomates maduros
  • 3 chalotas
  • 6 dentes de alho
  • 500 ml de caldo de legumes
  • 1 punhado de folhas de mangericão
  • 1 c. sopa de folhas de mangerona
  • sal
  • pimenta
  • azeite q.b.
  • 1 bola de mozzarella fresca

Preparação

1. Pré-aquecer o forno a 200º.

2. Colocar os tomates lavados e cortados num tabuleiro de forno com a pele para baixo. Juntar as chalotas cortadas e os dentes de alho descascados. Regar com o azeite e polvilhar com sal e a pimenta. Levar ao forno por cerca de 45 minutos.

3. Transferir tudo, depois de assado, para uma panela e adicionar o caldo. Deixar apurar por mais cerca de 20 a 30 minutos juntando o mangericão e a mangerona.

4. Passar a sopa com uma varinha e retificar os temperos. Servir com bocados de mozzarella grosseiramente cortados. 




sigam o Suvelle Cuisine no Facebook Instagram }

 Bom apetite, Su


Biscuits surpresa... e um certo nervosismo


{scroll down for english version}


A mudança aproxima-se cada vez mais e confesso que, por algum motivo estranho, sinto-me nervosa. 
Não é propriamente a mudança na nossa vida, mas sim a mudança em si, o ato de transitarmos tudo que é nosso, que me tem deixado assim... nervosa... ansiosa... receosa...

Biscuits2 untitled-85

Se por um lado isso significa uma oportunidade de fazermos uma limpeza ao que temos e descartar tudo aquilo que na realidade não nos faz falta, por outro o trabalho que isso implica é algo que me deixa preocupada e apreensiva.
Encaixotar tudo, separar as roupas, arrumar as loiças, os brinquedos, os mil e um objetos que existem cá em casa...

Biscuits

Não faz sentido eu sei. Devia ficar nervosa com outras coisas, não com isto. Afinal uma mudança é só uma mudança. 
Mas talvez no fundo seja um pouco mais do que isso.

untitled-66

Talvez sinta que está quase, que é agora. Talvez a realidade de que vai acontecer realmente me tenha atingido na sua plenitude apenas agora. E não consigo deixar de sentir uma certa tristeza em abandonar esta casa. A casa onde começou a nossa vida, a casa que sempre adorámos, a casa onde os meus bebés nasceram e deram os seus primeiros passinhos. 

untitled-89

Eu sei. Eu sei que a nova casa será muito mais do que isso para a nossa família. Eu sei. Mas ainda assim...

    

Ingredientes
  • 1 chávena de farinha de trigo
  • 1 c. chá açúcar
  • 1 1/2 c. chá fermento em pó
  • 1/2 c. chá sal
  • 1/2 c. chá bicarbonato de sódio
  • 2 c. sopa manteiga sem sal - em cubos, fria
  • 2 c. sopa de queijo da ilha ralado
  • 2 c. sopa de cebolinho picado
  • 200 gr iogurte grego natural
  • 2 ovos

Preparação

1.  Pré-aquecer o forno a 200º C

2. Cozer os ovos por 4-5 minutos. Retirar do lume e reservar.

3Misturar a farinha, o açúcar, o sal, o fermento, o bicarbonato de sódio no copo da bimby. Pulsar o turbo 1-2 vezes até misturar. Juntar a manteiga e pulsar novamente até a mistura formar uma espécie de crumble. Adicionar o queijo e pulsar mais 1 ou 2 vezes. Transferir para uma tigela e misturear delicadamente o cebolinho.

4. Juntar o iogurte e envolver com uma espátula até ficar combinado.

5. Descascar os ovos. Utilizando cerca de 1/2 c. de massa, moldar um biscoito em volta do ovo e colocar num tabuleiro. 

6. Levar ao forno por 5 minutos, em seguida, reduza o fogo para 150º e deixar por mais 6-7 minutos, até dourar.


sigam o Suvelle Cuisine no Facebook Instagram }

 Bom apetite, Su


Um ano se passou


E assim se passou mais um ano... que o próximo seja igualmente bom ou melhor
*
And so it has been another year... let the next one be as good or even better 



melhor2014
col9
{ Bolinhos e Groselhas aqui / Um passeio em Lisboa aqui}

col1 { Raviolis aqui / Courgette numa pizza aqui}

col3 { Framboesas aqui / Um prato rústico aqui}

col2 { Flores lindas de courgette aqui / Uma saia de tulle aqui}

col11 { Por outros lados aqui}

col6 { Mais Framboesas lindas aqui / Uma receita de revista aqui}

Col3 { As primeiras férias a cinco aqui }

col5 { Coisas lindas aqui / Figos deliciosos aqui}

col7 { Massas de perder a cabeça aqui / Tostas inusitadas aqui}

col4 { Quem importa aqui / Crepes numa tarte aqui}

col10 { Coisas deliciosas e uma perda aqui / Um presente e o último Natal nesta casa aqui}

sigam o Suvelle Cuisine no Facebook Instagram }

 Bom Ano, Su

Celebrar o Natal


{To celebrate Christmas}


Este é um momento de celebrarmos a família. Celebrar aquelas pequenas coisas que nos enchem de alegria.
E este foi um fim de semana dedicado a isso mesmo e, entre a visita à casa nova, os últimos preparativos para o Natal e umas bolachas cortadas por quem melhor o faz, senti que celebrei da melhor forma aquilo que esta época representa para mim... a minha família.
*
This is a time to celebrate family. To celebrate those little things that fill us with joy.
This was a weekend dedicated to that and, between the visit to the new house, the final preparations for Christmas and some cookies cut by who does it best, I felt that I have celebrated the best of what this season is for me... my family.


col2 untitled-3-3 col4 untitled-28-2 Col col5 untitled-35-2col3 untitled-310 untitled-97 col6 untitled-254 col7


Para os frascos / For the Jars


  • Cacau em pó
  • Marshmellows 
  • Etiquetas bonitas
  • Tecido redondo
  • Bolachas de Natal
  • Carinho e Generosidade
  • Powder cocoa
  • Marshmellows
  • Pretty labels
  • Round Fabric
  • Christmas cookies
  • Love and Generosity


sigam o Suvelle Cuisine no Facebook Instagram }

 Feliz Natal, Su


Panqueca de maçã no forno... e o meu avô eterno.


{scroll down for english version}


Perder um avô é natural, é o ciclo da vida. É triste, é um assim tem de ser.

untitled-52

Mas é perder um pouco de nós. É sentir, finalmente e como se até ao momento fosse apenas uma ideia vaga, que há um determinado momento que não volta mais.
É sentir que falta algo agora e de ora em diante. É sentir que aquele pedacinho da nossa infância que tentamos agarrar com todas as forças que a memória esquecida nos permite se começa a desvanecer.

Panqueca untitled-50

Perder um avô, depois de uma avó, ainda que natural é uma perda que nos invade o âmago e nos desafia a encarar o futuro agora que o passado é tão somente uma lembrança. Uma recordação.

untitled-14-2

É, por muito que não queiramos, perder um pedacinho que quem somos e do que fomos.
Mas eu não quero perder. Quero guardar para sempre mesmo quando a imagem se dissipar.

untitled-48 untitled-58

Porque um avô nunca se perde.
Um avô fica para sempre no nosso coração... ali... ao lado de quem já lá está. Um Avô acompanha-nos mesmo quando já não está presente.

O meu avô, será também ele para sempre eterno.

Ingredientes


  • 3 c. sopa de manteiga vegetal
  • 3 maçãs pequenas Gala
  • 2 c. sopa de açúcar amarelo
  • 1 c. chá e canela
  • 4 ovos, preferencialmente biológicos
  • 1 chávena de leite 
  • 1 c. chá de aroma de baunilha
  • 1 chávena de farinha
  • 1/4 chávena de amêndoa laminada
  • 1/4 chávena de sultanas douradas
  • 1 pitada de sal
  • Açúcar em pó para polvilhar

Preparação

1. Numa frigideira aquecer a manteiga e juntar açúcar amarelo, mexer deixando dissolver. Juntar a maçã cortada em meias luas e deixar em lume médio alto para caramelizar.

2. Bater os ovos com o leite e a baunilha. Juntar a farinha e mexer com umas varas até obter um creme.

3. Deitar o preparado por cima da pêra, distribuindo uniformemente. Polvilhar com a amêndoa e as sultanas.

4. Levar ao forno a 220º até que a panqueca cresça e fique dourada. Polvilhar com o açúcar em pó.




sigam o Suvelle Cuisine no Facebook Instagram }

 Bom apetite, Su


Pudins de leite e baunilha... e uma mensagem para ti.


{scroll down for english version}


 Tu… sim, tu!

PudinsLeite-14

Tu que me olhas com desdém quando eu me levanto para sair, quando ainda ninguém o fez. Sabes que acordo todos os dias, visto e dou o pequeno almoço a três crianças, lido com birras matinais, volto atrás para ir buscar aquele brinquedo e depois o outro, deixo-os no colégio de coração apertado enquanto se agarram no meu pescoço a perguntarem-me quando chega sábado… e ainda assim sou quase sempre a primeira a chegar?

ColPudinsLeite1

Tu que me julgas por ter estado ausente tantos meses do trabalho e que ainda tenho a lata de faltar ocasionalmente, que me julgas por me ter atrevido a gozar o meu horário reduzido de trabalho. Sabes que apenas gozei de uma hora extra diariamente quando na verdade deveria ter gozado duas e meia e que raramente gozei da minha hora de almoço? E sabes que era essa hora extra que me permitia poder parar um pouco e rir com eles por apenas cinco minutos entre os banhos, mudas de roupa, fazer o jantar, dar-lhes de jantar, arrumar a cozinha e deitá-los? 
Agora? Agora pouco tempo há para rir porque as reuniões são marcadas sempre no final do dia…

PudinsLeite-66 PudinsLeite-11

Tu que me olhas como se a minha condição de mulher te ofendesse a condição de profissional, que me vês como empecilho numa sociedade que simplesmente ainda não tem e nem quer ter espaço para as mulheres e mães. Sabes que aceito os desafios sem reclamar por medo de ser relegada para segundo plano, mesmo quando me assustam? Sabes que nunca me atrasei até hoje com o trabalho que me é confiado e que sempre cumpri e bem as minhas funções? Sabes que luto constantemente para provar que sou tão boa como aquele colega que não gozou a licença de paternidade porque tinha a mulher em casa com o bebé?

PudinsLeite-40 ColPudinsLeite2

Tu que me desvalorizas sempre que olhas para o relógio quando saio ou que assumes que sou apenas aquilo que vês à frente, que não me respeitas enquanto profissional, enquanto mulher, enquanto mãe.
A ti quero dizer-te que não faz mal. Já aprendi há muito a viver com os teus olhares, com as tuas incessantes desvalorizações da minha pessoa sejam elas conscientes ou não. 

PudinsLeite-65 PudinsLeite-60

Mas quero dizer-te também que não me conheces, não me conheces de todo. Não sabes a minha importância para as três crianças que vivem lá em casa e como a felicidade delas aumenta exponencialmente quando chego cinco minutos mais cedo… só cinco. 
Não sabes que além deste trabalho tenho outro. E outro ainda. Não sabes que passo noites acordadas quando eles estão doentes para vir trabalhar no dia seguinte. Não sabes que sou importante para o meu marido, que além de mãe dos seus filhos sou a sua mulher e companheira. Não sabes que sou importante para os meus pais e para os meus amigos.

Não me conheces e nem nunca me irás conhecer. E nunca saberás o que há para além daquilo que os teus olhos vêm.

Ingredientes


  • 1 1/2 c. de sopa de gelatina em pó
  • 3 c. sopa de água
  • 2 3/4 chávena de leite
  • 1/4 chávena de açúcar em pó
  • 1 vagem de baunilha
  • 1 c. sopa de sopa de mel
  • Compota de pêra ou outro opcional

Preparação

1. Colocar a água e a gelatina num tacho em lume baixo e mexer até que a gelatina dissolva.

2. Juntar o leite, o açúcar, as sementes da baunilha e o mel e mexer bem durante de cerca de 7 minutos.

3. Distribuir por formas (ou chávenas) e levar ao frigorifico por 4 horas ou durante a noite. Servir com um pouco de compota.

* Receita adaptada daqui

sigam o Suvelle Cuisine no Facebook Instagram }

 Bom apetite, Su


09 10