Frittata de Ricotta e Zucchini

Ainda no trabalho e já ouvia os trovões que assombravam o dia. Assustador e inebriante ao mesmo tempo, um dia de verdadeiro inverno.

Rumei ao supermercado perto de casa para comprar os ingredientes que me faltavam, mas desejosa para me abrigar da chuva no conforto da minha casa.

De vez em quando, e porque fora de casa não me arrisco muito neste momento, opto por refeições que incluam ovos.

Os ovos são um dos alimentos benéficos para a alimentação da grávida. Não só pela sua proteína, mas pelo facto de possuírem colina que, segundo um estudo americano, é um nutriente com um papel crucial no desenvolvimento do hipocampo, região do cérebro associada à memória.

Inspirei-me em algumas receitas para fazer esta minha frittata, nomeadamente num das receitas da Mafalda Pinto Leite e numa ou outra tortilha que fui encontrando.
Mas, se por um lado não queria incluir natas na refeição semanal, por outro também não queria de todo recorrer à fritura. E vai daí, substituí um ou outro ingrediente, adaptei o que era ao que não era… e voilá, a minha própria frittata.


Ambos adorámos o resultado, a textura é fofa e ao mesmo tempo crocante, e o sabor resultou divinal. Até já decidimos que a próxima versão a experimentar. Mas essa ficará para outras núpcias…

Ingredientes

  • 4 gemas + 6 claras
  • 2 c. sopa de Ricotta
  • 2 c. sopa queijo mussarela ralado
  • Cubos de fiambre de frango a gosto
  • Sal
  • Pimenta
  • Salsa picada
  • Tomilho seco
  • Creme vegetal
  • 1 corgette pequena



Preparação

1. Corte a cougette em rodelas finas. Reserve.

2. Pré-aquecer o forno a 220º. Forrar um refractário com papel vegetal.

3. Bater os ovos, adicionar a ricotta, a mussarela, e os cubos de frango e envolver bem. Juntar o sal, pimenta, salsa e tomilho. Reservar.

4. Colocar uma noz de creme vegetal numa frigideira e adicionar as rodelas de courgette. Deixar que fiquem ligeiramente tostadas e retirar para um prato. Juntar à mistura de ovos.

5. Verter para o refractário e levar ao forno por cerca de 30m ou até ficar douradinho. Nos últimos minutos pode ligar o grill do forno para que toste ligeiramente por cima.


Bom Apetite, Su

8 comentários:

  1. Antes de mais bonito blog parabens.
    E posso dizer pisquei o olho a varias receitas...prazer

    ResponderEliminar
  2. Que bom aspecto, parece um souflé de tão fofo que ficou
    Um beijinho

    ResponderEliminar
  3. Su, por creme vegetal entendes aquele género de Vaqueiro em creme? Desculpa a pergunta, mas fiquei realmente interessada nesta tua receita!

    ResponderEliminar
  4. Elisio,
    Obrigada, e igualmente ;)

    Gisela,
    É verdade, a primeira coisa que pensei quando abri é que parecia quase um souflé... e ficou mesmo fofinho.

    Queen of Hearts,
    Eu uso o creme vegetal da Alpro Soya (mas não o de culinária, uso mesmo o de barrar pão). Dou-me bem com ele e gosto. Também uso o da Becel Pró-Activ - tenho lá sempre os dois e vou usando alternadamente.
    Claro que podes sempre usar azeite, margarina convencional, etc.

    ResponderEliminar
  5. Su,
    Ainda a semana passada fiz Soufflé de courgettes, se queres comer ovos, é uma boa ideia.

    bjs

    ResponderEliminar
  6. Que linda que ficou, sou apaixonada por abobrinha!
    Beijinhos,
    Fabi

    ResponderEliminar
  7. Su acabei de descobrir este blog e já sou seguidor! Gostei muito do que vi, e esta receita de frittata já esta guardada.

    Se quiseres vem visitar-me:

    http://enfermeiro-na-cozinha.blogspot.com

    Bjs.

    ResponderEliminar
  8. Obrigada! :) Eu realmente só costumo cozinhar com (pouco) azeite. Mas hei-de experimentar este creme da Alpro (já gosto muito das natas) ou Becel.

    ResponderEliminar