Tagliatelle Integral Laranja ... e o disfarce da palavra "integral"

Mal podia esperar para fazer uma segunda experiência com a máquina da massa. Desta vez optei por fazer uma massinha semi-integral para perceber qual o resultado final.
Como sei que o Nuno torce o nariz quando surge, sequer, a palavrinha integral achei que lhe poderia dar cor de forma a ficar mais disfarçada.



Mais uma vez gostei do resultado, ainda que tenha achado que o tagliatelle saiu um pouco largo demais, especialmente depois de cozido. Mas isto sou eu que sou uma fã das massas mais finas – como o esparguete, linguini ou tagliarini.
Da próxima vez acho que tentarei cortá-lo à mão e não com  a máquina para perceber se consigo fazer melhor.

O sabor da massa fresca é de facto muito bom, mas relembro o cuidado de não se passar o tempo de cozedura. Pelas duas experiências que tive, o ravioli por ser uma massa recheada demora entre 5-6 minutos a cozer, mas este tagliatelle demora apenas cerca de 3 minutos – isto para ficar al dente.


Ingredientes

  • 300 gr Farinha tipo 65
  • 100 gr Farinha Integral
  • 3 ovos
  • 1 c. sopa de pasta de tomate
  • 1 fio de azeite
Preparação

1. Coloque no copo todos os ingredientes e amasse 2 minutos, vel espiga. Deixe repousar cerca de 10-15 minutos.

2. Retire para uma superficie enfarinhada. A massa terá o aspecto de um conjunto de grumos, pelo que deverá amassá-la mais um pouco à mão de forma a uniformizá-la numa bola.

3. Divida a massa em 4 porções, formando bolas. Estique um pouco cada bola e use a máquina seguindo as instruções - começando sempre pela abertura maior e nunca saltando aberturas.

4. Depois de cortado o tagliatelle, estenda-o tendo o cuidado de separar cada fio para que não colem, e deixe secar durante algumas horas.

Notas:
Como não tenho nenhum utensilio próprio para secar a massa, usei o estendal com uns panos de cozinha, que serviu na perfeição.


Bom Apetite, Su

12 comentários:

  1. Olá Su,
    essa massa ficou com muito bom aspeto! Nunca fiz porque não sou grande apreciadora de massas, mas acredito que não tenha nada a ver com a massa comprada!

    beijinhos

    ResponderEliminar
  2. Amiga mas que máquina tão fantástica adorei a massa fica linda!!!
    Um beijo:))

    ResponderEliminar
  3. Eu tb gosto muito com farinha espelta, fica uma delícia, mas uso sempre 1 ovo por cada 100g de farinha.
    O bom é que dpeois de cozida o aspecto não denuncia as farinhas que leva! :) :)
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  4. Gasparzinha,
    Sim, eu também uso essa proporção, mas neste caso substituí um dos ovos pela pasta de tomate.
    Por acaso não tenho lá farinha de espelta, mas acho que vou experimentar ;)

    ResponderEliminar
  5. SIMPLESMENTE PERFEITA, EU ADORO MASSA COM UMA MAQUINA DESSAS PODE-SE FAZER MARAVILHAS.
    BJS

    ResponderEliminar
  6. Há anos que ando a querer comprar uma máquina dessas para fazer massa fresca, a tua ficou com um aspecto delicioso!

    bom fim-de-semana
    bjs

    ResponderEliminar
  7. concordo con te...comunque le tagliatelle vanno fatte a mano, vuoi vedere le mie?
    http://max-blogdimax.blogspot.com/2011/02/le-tagliatelle-delle-pellegrinee.html
    Buon we cara ciao.

    ResponderEliminar
  8. Que maravilha fazer pasta em casa, ainda mais integral! Nada melhor.
    Um abraço
    Léia

    ResponderEliminar
  9. Muito bom um dia tenho de experimentar fazer massa fresca,bjokinhass

    ResponderEliminar
  10. Tenho uma máquina e ainda não a utilizei, mas depois da tua massa, que tem um aspecto óptimo, até vou usar a minha.
    Bjs

    ResponderEliminar
  11. Belíssima ideia... Deve ficar excelente :)
    beijoca

    ResponderEliminar