Receitas de arquivo enquanto dura a adaptação

A adaptação a um bebé recém nascido é algo ligeiramente assustador. A rotina altera-se por completo, as noites deixam de ser nossas para passarem a ser deles, as dúvidas somam-se umas atrás das outras e sentimos, sem dúvida alguma, um sentimento de enorme responsabilidade que cresce lado a lado com o sentimento de um amor avassalador.

Mas, e apesar das noites mal dormidas e do tira mama /tapa mama, a experiência da maternidade vivida a três é algo completamente fabuloso. O pai tem sido um pilar para mim que, como mãe e como mulher, é simplesmente fundamental. Mima-me quando a dor do inicio da mamada é mais custosa, leva-me a passear um pouquinho todos os dias para que possamos espairecer, oferece-me um vestido lindo e acessórios a condizer no meu aniversário para que me sinta novamente sexy e ainda me liberta para que possa ter algum tempo para me mimar e cuidar ou para divagar um pouco pelo meu mundo blogosférico.

Claro que por agora o tempo para cozinhar é mais limitado pelo que nesta fase inicial não poderei entregar-me à minha cozinha. Mas reservei algumas receitas para poder ir atualizando aqui o cantinho.
Esta é uma receita simples e bem leve que sabe bem num dia mais quente… ou mesmo num dia mais frio.





Garoupa no forno com oregãos e alecrim

Ingredientes

  • 2 postas de garoupa
  • 1 tomate grande
  • 1/2 cebola
  • Batatas a gosto
  • Vinho branco para regar
  • 1 dente de alho
  • 1 lata de cogumelos laminados
  • Oregãos a gosto
  • Alecrim a gosto
  • 1 fio de azeite
  • Sal e pimenta

Preparação

1. Temperar as postas de garoupa com sal e  pimenta e o alho laminado e reservar.

2. Descascar as batatas e cortar em pedaços pequenos. Levar a cozer durante 4 a 5 minutos.

3. Dispor a cebola cortada em rodelas num pirex de forno e por cima dispor as postas de peixe, as batatas e os cogumelos em volta. Polvilhar com os oregãos e alecrim.

4. Cortar o tomate em rodelas e dispor por cima do peixe. Polvilhar com mais um pouco de oregãos e regar com o vinho branco e o fio de azeite.

5. Levar ao forno pré-aquecido a 200º durante 15 a 20 minutos.
Bom Apetite, Su

14 comentários:

  1. querida seu marido está de parabéns é assim que deveria ser todos os maridos que ama suas esposas em todas as fazes da vida que são muitas!
    parabéns pelo bb!
    beijo

    ResponderEliminar
  2. Su espero que esteja tudo bem ctg e com o teu bébé lindo :)
    Este pratinho ficou delicioso, muito bom aspecto.

    Beijinho

    ResponderEliminar
  3. Su muitos Parabéns pela tua família tão completa e por todo o apoio que estás a receber.
    Quanto à receita está uma maravilha. Beijinhos.
    E continuação de muita alegria e de uma boa adaptação a este "mundo novo".

    ResponderEliminar
  4. Su um belo prato saudavel...
    Agora nesta nova fase das vossas vidas espero que corra tudo bem, beijinhos.

    ResponderEliminar
  5. Adorei a receita!
    Desejo uma optima adaptação a esta nova fase maravilhosa, vais ver que vais estar mais do que à altura :)
    Beijoca.

    ResponderEliminar
  6. A tua vdinha agora é só miminho para todos os lados: para a mamã, para o bébé e para o papá...

    Esse peixinho tb está um miminho!!

    Bjokas aos 3,
    Rita

    ResponderEliminar
  7. Para além de ser uma experiência fantástica e em que vivemos mil emoções ainda temos uns maridos fantásticos que nos apoiam, ajudam, respeitam o nosso espaço e sempre carinhosos e preocupados, ele à lá coisa melhor Su?
    Descansa o mais que puderes e aproveita ao máximo cada momento e claro vai sempre dando noticias...

    Beijinhos!!

    ResponderEliminar
  8. Que bom que tudo corre bem, fico muito feliz!
    A receitinha é uma delícia, bem preciso de coisinhas assim para ver se me livro dos quilos indesejados.
    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  9. I am sorry I dont understand spanish, but I dont need to know that this is one absolutely beautiful piece of fish.
    *kisses* HH

    ResponderEliminar
  10. Uma sugestão com muito bom aspecto!

    É assim mesmo que a adaptação à parentalidade tem que ser vivida - a 3! Fico contente por estarem a conseguir; e falando por mim e por todos os que te seguem aqui no blog, ficamos muito contentes por ainda conseguires arranjar tempo para nos apresentares sugestões deliciosas como esta.

    Beijos.

    ResponderEliminar
  11. Su, que bom teres um marido assim. É fundamental para uma boa recuperação.
    Tenho um menino com 15 meses. Essas experiências ainda as tenho bem presentes...
    Essa dor no inicio da mamada vai passar. Procura posicionar bem a maminha na boca do bébé. Não precisas de utilizar cremes. Utiliza o próprio leite no final da mamada. É o melhor!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  12. Bela receita! O blog está fazendo aniversário e eu gostaria de lhe agradecer por ser uma seguidora. Muito obrigada. Um abraço, Marta.

    ResponderEliminar
  13. Parabéns Su,
    pelo teu filho lindo,
    beijinho

    ResponderEliminar
  14. A adaptação é demorada, mas é lindo...acredita, em breve terás saudades! bjinho

    ResponderEliminar