Lasanha Verde de Acelgas... e sonhos de infância

“Mãe, mãe… olha como é bonito!” – gritava a pequenita, embevecida ao contemplar aquela figura longilínea que rodava e deslizava com o seu tutu, como se aquilo fosse a coisa mais fácil do mundo. A beleza da cordialidade dos movimentos… a elegância de uma perna a elevar-se lentamente… o brilho cativante do cetim das sapatilhas da bailarina…
“Sim, o ballet é muito bonito. Gostavas de fazer, Susana?”
“Ai… era um sonho…” – saiu-lhe num suspiro, murmurado e quase inaudível, mas que lhe ficaria gravado na memória para o resto da vida. 

Por diversos motivos, esse foi um sonho que nunca cheguei a concretizar mas que sempre permaneceu, ainda que num espaço recôndito da minha mente, guardado e latente. Por vezes penso no que poderia ter sido, tivesse eu tido a oportunidade de aprender e praticar ballet.
Mas os anos passaram, a vida orientou-me noutro sentido, e o ballet ficou selado como um mero sonho de menina.



Curiosamente já algumas pessoas me perguntaram, ocasionalmente, se alguma vez pratiquei ballet. Outras dizem-me que tenho postura de bailarina e, muito recentemente, uma pessoa que praticou durante anos essa dança clássica, me disse que tenho a estrutura corporal e elegância ideal para praticar essa modalidade. (e nem calculam como fiquei derretida)
Mas o ballet é uma arte que deve ser iniciada em criança, para que se torne parte integrante da pessoa tal como a própria personalidade. Não faz sentido que uma mulher, com uma profissão algo exigente, casada e com filhos se decida , no apogeu  da sua vida, começar a aprender uma dança clássica com uma dificuldade e exigência muito próprias e tão peculiares.


Mas… mas…


Devo mesmo abdicar e enterrar as ideias de criança num baú selado? Deveria… talvez…
Contudo isto fez-me pensar. Estou a entrar nos 30. Concretizei muitos objetivos, construí muitas coisas e renunciei a outras tantas. A verdade é que sou feliz, não o posso negar.
Mas isso não invalida que não possa perseguir algo de que gosto. Não almejo ser uma bailarina de Bolshoi, mas porque não vivenciar a arte que tanto admirei em criança?



E é por isso que, prestes a entrar nos 30, me decido a não me resignar mas antes a oferecer um grande presente a mim própria…

…e o que melhor do que um sonho de infância?



E sonhos de infância são também as maravilhosas lasanhas. Esta é cremosa como um gelado, verde como as florestas encantadas e delicada como qualquer história de encantar.  




Ingredientes
Frango
  • 2 peitos de frango
  • 2 dentes de alho
  • 1 c. sopa de colorau
  • 1 c. sopa polpa de tomate
  • 1 folha de louro

Moho Béchamel
  • 40 gr de creme vegetal (usei Alpro Soya)
  • 30 gr Farinha
  • 500 ml de leite magro
  • Sal
  • Pimenta
  • Noz Moscada
Lasanha
  • folhas de massa fresca de espinafres
  • 5/6 folhas de Acelgas (preferencialmente biológicas)
  • 1 punhado de nozes grosseiramente picadas
  • Cogumelos frescos laminados (preferencialmente biológicos) a gosto
  • sal
  • pimenta
  • queijo mozarela ralado Light
  • Azeite q.b.

Preparação

1. Numa panela coloque água, a folha de louro, os alhos, o colorau e a polpa de tomate e tempere com sal. Quando a água ferver, adicionar o frango e deixar cozer. Depois de cozido deixar arrefecer um pouco e então desfiar. Reservar

2. No copo da bimby colocar os ingredientes do molho bechamel e programar 8 minutos na velocidade 7, Temp 90º. Reservar.

3. Mergulhar as placas de massa em água a ferver durante alguns minutos. Untar um tabuleiro de forno com creme vegetal e pré-aquecer o forno a 200º

4. No copo da bimby colocar um fio de azeite, as acelgas cortadas em juliana, os cogumelos e as nozes e deixar saltear cerca de 10 minutos, colher inversa, Temp 100º. No final juntar ao frango desfiado e envolver bem.

5. Montar a lasanha colocando placas de massa e por cima o preparado de frango e acelgas. Cobrir com um pouco de molho e voltar a colocar placas de massa por cima. Repetir até que o recheio acabe e finalizar com uma camada de massa. Cobrir com um resto de molho e com o queijo mozarella ralado. Levar ao forno cerca de 20 a 30 minutos até que o queijo derreta e toste ligeiramente.

*Fotografia de ballet daqui

Bom Apetite, Su

33 comentários:

  1. E se tivesses aulas? Só por prazer...
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sofia, é precisamente o que tenciono fazer :)
      Vou mesmo inscrever-me, por prazer claro está, mas irei levar a coisa a sério... afinal quando fazemos algo por paixão entregamo-nos de corpo e alma, não é verdade?
      Beijinho grande

      Eliminar
  2. Acho que devias pelo menos experimentar e riscares da tua "wish list" esse desejo...
    A lasanha é das minhas preferidas e a apresentação está fenomenal!!!

    Bjoka
    Rita

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ritinha... é mesmo isso que irei fazer ;)
      Obrigada e beijoca

      Eliminar
  3. Olá Su
    Não conheço lasanha de frango, apenas a clássica ou vegetariana, mas o aspecto é excelente.
    É mesmo muito exigente, têm lesões como qualquer atleta profissional, mas será que não haverá aulas mais "soft" só pelo prazer de aprender?
    Espero que a sonhadora que há em mim permaneça para sempre:)
    Beijo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Helena,
      Aulas para adulto há, e serão essas que irei fazer. Começarei pelos iniciados mas depois pretendo dedicar-me a sério. De qualquer forma verei como correm as coisas... mas prometo dar novidades ;)
      A Lasanha é muito boa mesmo, asseguro-te.

      Eliminar
  4. Olá Sú, sonhos de criança por realizar temos todos nós. O meu é parecido com o teu, mas acho que já não me atrevo a experimentar :) Quanto ao teu tens todas as qualidades para te atreveres e experimentar, porque não?!

    Quanto à lasanha adorei, como sempre consegues deixar-me encantada com as imagens.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada Susana.
      Mas e já agora qual é o teu sonho...?? Fiquei curiosa :D

      Eliminar
    2. Olá Sú, para matar a tua curiosidade aqui vou eu sonhar um pouco! Em criança adorava ver patinagem artística aqueles concursos que passavam na tv. Na altura sonhava um dia dançar em patins em linha no gelo e até fazer parte daquela competição. Agora podes rir :)
      Os anos passaram e outros sonhos foram prioridade e sabes uma coisa?! Já me tinha esquecido, não fosses tu a lembrar-mo! E agora sei que não passa de um sonho... um bonito sonho!

      Beijinhos

      Eliminar
    3. Susana,
      Não me parece nada absurdo... pelo contrário. A patinagem artística também foi, e ainda é, uma arte que aprecio muitíssimo - talvez por ser também uma dança artística.
      Parece-me que pode ser sim mais difícil praticar por cá, mas já experimentaste procurar algo parecido? Talvez patinagem normal... Porque não?...
      Um grande beijinho

      Eliminar
    4. Su, já experimentei e já caí algumas vezes, as suficientes para me desincentivar :( Não, já não sonho com isso. Sei que há certos sonhos que teem de ser concretizados no seu tempo certo. Mas quem sabe se ainda me ponho em cima de uns patins... nem que sejam de 4 rodas :)

      Beijinhos e obrigada pela atenção :)

      Eliminar
  5. A lasanha ficou visualmente muito bonita e imagino que deliciosa!
    Fico a espera de novidades!

    Bjs.

    ResponderEliminar
  6. Su, da maneira que te acho dedicada a tudo o que fazes, não me admiraria que daqui a uns tempos nos venhas dizer que uma companhia de ballet te convidou para uma digressão! Quem sabe... eu cá vou estar a apoiar-te!
    A tua lasanha está magnífica.
    Olha publiquei no meu blogue uma receita para comemorar o 1º aniversário do teu blogue.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Cidália, que exagero :)
      Não é isso que pretendo, nem sequer tenho essa pretensão. Mas sim, pretendo dedicar-me a 100% ;)
      Vou já espreitar

      Eliminar
  7. Quando era pequenina também queria ser bailarina. E enfermeira, e bombeira e médica legista (é o Dexter que há em mim, sempre tive um fascínio pela morte e pelas pessoas mortas, adorava ir com a minha avó ao cemitério!) Tirando este pequeno contexto morbido, a verdade é que há sonhos de criança que se mantém pela vida fora: não sou enfermeira mas no trabalho acumulo funções de socorrista. Não sou bombeira mas exerço em higiene e segurança, lol, só me falta mesmo a medicina legal e dança (para a qual não tenho jeitinho nenhum, nenhum, nenhum, sou um pé de chumbo). Quem sabe se, aos 35 anos, não me dá para mudar de rumo? :D

    A lasanha ficou com umas cores lindas, suaves mas muito luminosas. E deve estar muito saborosa, claro!

    ResponderEliminar
  8. Eu acredito que não devemos deixar passar os sonhos com o tempo, principalmente se tivermos possibilidade de o fazer. Como dizes, o ballet exige que se comece de pequeno mas de certeza que há por aí academias que possam realizar este sonho :) Por muito curta que seja a experiência, vale a pena, vais ver :)
    A lasanha está fantástica e as fotos de suspirar :)

    ResponderEliminar
  9. Ficou com um aspecto delicioso a tua Lasanha!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  10. Nunca é tarde para se fazer o que se gosta!
    E eu acho que a partir dos trinta anos ficamos com uma força de viver diferente, por mim falo. Já estudámos, já casámos, já temos filhos, já estabilizamos a vida e é a altura em que podemos dar voz e vez a algo que sempre quisémos fazer mas que, por força das circunstâncias ou porque outras coisas se impunham não se conseguiu anteriormente.
    A escola de ballet onda a minha filha anda tem aulas para adultos e é muito frequentada, nunca é tarde!

    A refeição, como sempre, está excelente!

    ResponderEliminar
  11. Fancy that when I saw your profile pic I thought you were a ballet dancer, don't know why :) But let me say you even "Never say never", one of my best friend this year turns 36 years old and she started to practice the ballet last year!So keep dreamin' and let it come true!Good luck :) This lasagna is amazing, with chicken and spinach that made it very tasty and light at the same time!Big hug!

    ResponderEliminar
  12. Esta lasanha está simplesmente divinal! Adorei, adoro lasanhas e as maravilhosas combinações que se podem fazer *.*

    Partilhámos do mesmo sonho de criança :) também gostaria de ter feito ballet... agora maravilho-me secretamente a ver as belas peças de ballet na televisão e a sonhar um dia ir ver um ballet russo!

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  13. Se tens esse gosto acho que deves inscrever-te, por puro prazer. Eu fartava-me de chatear a minha avó (era ela que tomava conta de mim) para me inscrever no ballet, vai daí ela inscreveu-me na ginástica rítmica (ainda estou para perceber a ligação).

    ResponderEliminar
  14. Su,
    Ia sugerir-te as aulas para adultos, mas já vi que era mesmo a tua ideia :)
    Penso que há muitas mulheres que cresceram com esse sonho, devem ser umas aulas bem animadas!
    Gostei da lasanha, para mim sem of franguito.
    Bjs

    ResponderEliminar
  15. Su, fazes muito bem em seguir o teu sonho. E porque não? Não há momentos perfeitos ou ideias para tal coisa, nem objectivos que não possam ser alcançados. E esta lasanha está perfeita para mim :)
    Um beijinho.

    ResponderEliminar
  16. Tens postura e corpo de bailarina. Pelas fotos que já vi. Excelente cozinheira também. Ficamos com água na boca. Beijinhos

    ResponderEliminar
  17. Su,
    Em primeiro lugar, parabéns pelo blog! Gosto muito de passar por aqui.
    Eu confesso que, apesar de adorar assistir às peças clássicas de ballet, nunca tive o sonho de ser bailarina. Mas depois de ter a minha primeira filha, comecei a frequentar aulas de ballet para adultos, nível básico e adorei! Força para a nova experiência!
    Sofia

    ResponderEliminar
  18. EU ACHO QUE DEVIAS SEGUIR O TEU SONHO , FREQUENTAS AULAS E LOGO VêS SE GOSTAS .
    A LASANHA PARA MIM ESTA PERFEITA TEM TUDO PARA ME AGRADAR.
    BJS

    ResponderEliminar
  19. Que giro.. acho que não deves deixar esse sonho cair com a idade. Afinal estamos cá para isso para viver enquanto temos tempo. Vai dando novidades sobre o ballet :) Adorei a receita como sempre

    ResponderEliminar
  20. Se gostas e é o teu sonho deves ir para aulas, nunca é tarde para um sonho.
    A lasanha tem uma ótima cara.
    Bjs

    ResponderEliminar
  21. A Lasanha está linda.
    Quanto aos Sonhos, devemos sempre preseguir os mesmos até conseguir :)
    Bjo

    ResponderEliminar
  22. Olá Su:)
    Acho que nunca é tarde para se perseguir um sonho, desde que haja vontade e motivação consegue-se sempre encontrar um espaço na nossa vida para algo que tanto queremos. Força:)
    Esta lasanha ficou um deleite para a vista e de certeza para o paladar, adorei!
    Beijinhos e bom fim de semana:)

    ResponderEliminar
  23. Su, o ballet na verdade não se pratica, vive-se. :) Eu vivi-o durante 11 anos e mesmo tendo parado de dançar, é uma vida que nunca mais sai de dentro de nós.
    Não seria quem sou se o ballet não fizesse parte de mim. E seja qual for o sonho, só depende de nós torná-lo real.
    Eu tive aulas de música durante 2 anos mas não consegui acumular com a dança. O meu sonho, quando um dia tiver filhos e quando um dia eles se fizerem à vida, é ter um piano em casa para tocar. :)
    Bjs

    ResponderEliminar
  24. Nunca é tarde para se concretizar um sonho:) Essas lasanha está linda, apetece mesmo provar. bj!

    ResponderEliminar
  25. Apesar de ter andado pouco tempo,em pequena, e de ser o meu grande sonho. Adorei,ficou a saudade e a postura...
    Vai-nos contando a tua aventura,pode ser que eu me anime a voltar.

    ResponderEliminar