Pão (quase) Tigre versão Integral nos Daring Bakers

Sara and Erica of Baking JDs were our March 2012 Daring Baker hostesses! Sara & Erica challenged us to make Dutch Crunch bread, a delicious sandwich bread with a unique, crunchy topping. Sara and Erica also challenged us to create a one of a kind sandwich with our bread!

Scroll Down for the English version of the recipe



Fiquei deliciada, e tremendamente assustada, ao ver o desafio deste mês dos Daring Bakers. Adoro Pão Tigre… mas iria conseguir obter o aspeto fantástico de uma crosta perfeitamente quebrada e dourada?

A verdade é que o resultado final não foi, de todo, o que eu ansiava. Sobretudo ao ver os resultados alcançados pelos outros Daring Bakers.



Restou-me, por isso, o resultado em termos de sabor e textura. E esse sim, superou largamente as minhas expetativas. A crosta… caros leitores… a CROSTA!!
É quase impossível resistir a devorar a crosta toda de todos os pães. A crosta é, de facto, o ponto chave neste tipo de pão até porque a receita escolhida para o mesmo pode ser qualquer uma.



Confesso que, depois da minha experiência, concluí que um pão mais leve e bem fofo será a escolha acertada para contrastar com a crosta do Pão Tigre. A minha versão de pão integral é um pão mais consistente e ainda que eu goste bastante de pão mais maçudo, bem sei que o mesmo não acontece com a generalidade das pessoas.





Não obstante, eu gostei muitíssimo do resultado e da combinação. Devorei este pão quentinho saído do forno com creme vegetal e até o Nuno se rendeu.

Como o desafio pedia ainda criação de uma sandes para o nosso Pão Tigre, eu resolvi elaborar algo a partir do que tinha disponível lá por casa. Folhas verdes, sabores suaves e fortes, cremosidade e uma pitada de irreverência foi, portanto, a minha escolha.

Ingredientes

Para o Pão
  • 1 saqueta de fermento seco (usei Fermipan)
  • 1/4 chávena de água quente
  • 1 chávena de leite quente
  • 1 c. sopa de açúcar
  • 2 c. chá de óleo vegetal
  • 4 chávenas de Farinha Integral
  • 1 pitada de sal 
Para a cobertura
  • 1 c. sopa de fermento seco
  • 1 c. sopa de açucar
  • 1/2 chávena de água morna
  • 1 c. sopa de óleo vegetal
  • 1 pitada de sal
  • 1 chávena de arroz
Para a sandes
  • Folhas de espinafre baby
  • 3 fatias de peito de Frango Magro
  • Metade de 1 tomate seco médio/grande
  • 1 c. sopa de créme frâiche
  • 1 pitade de tomilho
Preparação
1.  Colocar o arroz no copo da bimby e triturar no turbo de forma a obter farinha. Reservar.

2. No copo da bimby colocar o fermento, a água, o leite e o açúcar e misturar 15 seg, vel 5. Deixar descansar por 15 minutos.

3. Juntar o óleo vegetal, o sal e duas chávenas de farinha. Envolver durante 15 seg, vel 4. Ligar a máquina na vel 4 e deitar a restante farinha pelo bocal aos poucos. Parar a máquina e programar  5 minutos, vel espiga.

4. Colocar a massa numa superfície enfarinhada. Amassar durante 2 ou 3 minutos até ficar macia. Tapar numa taça e deixar levedar por cerca de uma hora ou até dobrar de tamanho.

5. Retirar da taça e dividir em 6 ou 7 porções iguais. Dar forma de bolinhas e colocá-las num tabuleiro de ir ao forno forrado de papel vegetal. Deixar ao ar durante 15 minutos.

6. Enquanto os pães descansam, fazer a cobertura. Juntar todos os ingredientes no copo e programar 30 seg, vel 4. Deixar repousar por 15 minutos e colocar generosamente sobre as bolinhas de pão, tentando cobrir todo o topo e os lados do pão.
Deixe repousar por mais 15 minutos e levar ao forno pré-aquecido a 190º por cerca de 30 minutos ou até que o topo esteja quebrado e douradinho.

7. Montar a sandes com as folhas de espinafre, o peito de frango e o tomate seco. No topo colocar o créme frâiche e uma pitada de tomilho.

In English

Ingredients

For the Bread
  • 1 sachet of dry yeast (I used Fermipan)
  •  1/4 cup of hot water
  • 1 cup of warm milk
  • 1 tablespoons sugar
  • teaspoons vegetable oil
  • 4 cups of flour Integral
  • A pinch of salt
For the topping

  • tablespoon dry yeast
  • tablespoons sugar
  • 1/2 cup of warm water
  • 1 tablespoons vegetable oil
  •  A pinch of salt
  •  One cup of rice 
For the sandwich

  • Baby spinach leaves
  • 3 slices of lean chicken breast
  • Half a sun dried tomato medium / large
  • 1 tbl créme frâiche
  • 1 pinch of thyme
Method

1. Place the rice in a kitchen robot and grind to obtain flour. Reserve.
2. Combine the yeast, water, milk and sugar and mix well. Let stand for 15 minutes.
3. Add vegetable oil, salt and two cups of flour and blend carefully. Stir in the remaining flour and keep on kneading until soft. Put the dough in a bowl and let dough rise for about an hour or until doubled in size.
4. Remove from bowl and divide into 6 or 7 equal portions. Form little balls and place them on a baking tray lined with parchment paper. Allow to air for 15 minutes.

5. While the loaves are resting, make the topping. Add all ingredients in a cup combine. Let stand for 15 minutes and then spread generously on bread dumplings, trying to cover the entire top and sides of bread.
Let stand for 15 minutes and lead to a preheated oven at 190 ° for about 30 minutes or until the top is broken and bubbling.

6. Assemble the sandwiche with spinach leaves, chicken breast and sun dried tomatoes. At the top put the creme fraiche and a pinch of thyme.


Bom Apetite, Su

27 comentários:

  1. Su o teu pao ficou com muito bom aspecto!
    E sabe tao bem come lo ao sair do forno com manteiguinha huuummm :)

    bj
    http://ladyaofogao.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  2. Su aí a crosta... :) Adorei!
    A esta hora quentinho e barrado com manteiga :)

    Beijinho

    ResponderEliminar
  3. Hey Su how's going?What a beautiful bread, the crust seems to be sooo tasty!I'm not so good as you in baking, hope that I can learn sth soon!Have a nice day!xxx :D

    ResponderEliminar
  4. Su,

    Por algum motivo eu tinha que vir cá parar, adoro os desafios "Daring Bakers" e também adoro Pão Tigre (ou pão girafa depois daquele golpe genial de marketing do Sainsburys) e tiro-te o meu chapéu, muitos parabéns.

    ResponderEliminar
  5. Su, eu gostei imenso do aspecto do teu pãozinho!
    A tua sandes ficou magnífica.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  6. Eu acho que ficou muito bom mesmo sem o aspecto craquelado. Se o sabor estava lá o que importa o resto???Eu comia muito deste pão quando a minha mãe o comprava no Carrefour e era dos meus preferidos. Agora que sei como fazer a crosta talvez me aventure a fazer cá por casa.

    Bjoka
    Rita

    Ahhhh, e eu também gosto de pão massudo ;)

    ResponderEliminar
  7. Beautiful pictures Su! The sandwich looks really good. Wish I could have a bite... :-)

    ResponderEliminar
  8. Nunca provei Su mas estas a fazer com que eu o faça pra muito em breve, obrigada pela receita! beijo

    ResponderEliminar
  9. O teu quase tigre ficou tão douradinho, acredito que a crosta do pão seja deliciosa :)
    Este fim de semana fiz o meu primeiro pão sem MFP e mesmo não tendo tido o melhor resultado final, o sabor é maravilhoso. Proximo fim de semana há mais fornadas a sair!!!!

    ResponderEliminar
  10. Gosto imenso de pão tigre apesar de nunca ter tentado a versão integral...
    A sanduiche então... ficou óptima...
    Beijinhos
    Belinha
    Mundo das Receitas
    http://mundodasreceitas.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  11. Well I think it looks so crusty and rustic and it tasted wonderful I agree and great looking pixs. Cheers from Audax in Sydney Australia.

    ResponderEliminar
  12. Great looking bread and well done on the challenge. Sure this is yummilicious !!!

    ResponderEliminar
  13. Su, adorei a tua sanduiche, ingredientes saudáveis e o pão integral como eu gosto
    Um beijinho

    ResponderEliminar
  14. Querida susana, vai já para a "to do list"
    Gosto da versão integral :)
    bj

    ResponderEliminar
  15. Su, eu concordo plenamente com vc! Esta crostinha é demais! Suas fotos estão encantadoras, como sempre, e seu sanduich parece delicioso!

    ResponderEliminar
  16. Wonderful looking Dutch Crunch rolls and delicious looking sandwich! Wonderful job.

    ResponderEliminar
  17. Adorei o aspecto como sempre e o sabor deve ser fantástico com essa crostinha maravilhosa.

    Querida sú,aproveito para te colocar uma pergunta que nada tem a ver com o post.A minha princesa tem 3 anos e estou a pensar levá-la a experimentar uma aula de ballet e apesar de não saber se irá gostar,se quererá continuar,tenho que ter em conta o facto de poder vir a gostar e por isso porgunto a tua opinião daquilo que já viste relativamente ao ambiente das aulas,alunos e o que mais me preocupa,se notas que existe algum tipo de preconceito em relação ao corpo e dietas.O que achas como mãe?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá,

      Acho que fazes bem em inscrevê-la no ballet. Acima de tudo porque é um desporto e atividade de lazer e, no futuro, ela pode sempre decidir se quer ou não continuar.
      Não te poderei falar em nome de todas as escolas, naturalmente, apenas da que eu frequento. Pelo que posso ver não existe preconceito absolutamente nenhum, vejo meninas de todas as formas e feitios e pelo que me parece elas gostam bastante de lá estar. Não se assiste às aulas, não se pode - há apenas 1 semana por ano em que se pode assistir - mas do que me parece as meninas estão bem alegres por lá.
      Honestamente não te consigo dizer se há ou não pressão acerca de dietas, não me parece que haja enquanto são tão pequeninas. Depois, julgo que é uma questão de os pais estarem atentos. Mas nota que esse tipo de pressão também existirá certamente na escola de ensino que ela frequentar... não será necessariamente algo exclusivo de uma escola de ballet. Percebes o que quero dizer?
      Portanto, na minha singela opinião, acho que é uma excelente escolha para a tua filhota: é um desporto, um local extra para travar amizades, servirá para ela desenvolver inúmeras capacidades quer físicas quer emocionais. Com o tempo ambas perceberão se é algo para continuar ou não. Além disso, ela fará sempre uma primeira aula experimental para perceber se ela quer ou não fazer aquilo.
      Beijinhos e espero ter ajudado.

      Eliminar
  18. Your pictures are gorgeous Su! So interesting to see the widely varied results that everyone got - I wonder why the topping didn't crackle? I'm sure it was delicious anyway :)

    ResponderEliminar
  19. I can't read Portuguese, but your sandwich looks delicious. Great job on the challenge!

    ResponderEliminar
  20. E claro... claro que não tive tempo... não fiz logo pq n me inspirou, e qd decidi já era tarde.
    Penso que se usares uma massa que cresça mais, a crosta estala melhor :) Mas eu tb gosto mais do tipo de pão que fizeste, detesto pão estilo forma ou isso, não sabe a nada.
    E adorei a "sandaloca" como diz aqui o viking, parece um scone recheado, está lindo lindo lindo!
    bjs e espero escrever-te brevemente.

    ResponderEliminar
  21. sorry your bread didn't turn out as you hoped, but personally, i think it looks beautifully rustic!

    ResponderEliminar
  22. Humm, com uma crosta assim, eu não ia resistir! É a minha parte preferida dos pães. E sou como tu, gosto dos pães mais maçudos. :) Ah, e os pães estão muito bonitos! Beijinho

    ResponderEliminar
  23. Obrigada pela atenção Sú,és realmente uma pessoa muito querida.
    Vou sim leva-la e experimentar uma aulinha,veremos o que se segue. E mais um vez obrigada.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  24. Os teus quase tigres estão lindos e o sanduiche então está demais.
    Bjnhos

    ResponderEliminar