Tarte Pascoal para celebrar a Páscoa

Não gosto de escrever acerca de religião. Talvez porque a religião esteja em desuso ou simplesmente porque é algo demasiado pessoal… talvez das coisas mais pessoais acerca de uma pessoa nos dias de hoje. Não vou falar diretamente da religião em si, mas antes do que ela representa. Ou daquilo que eu acho que ela representa.



Independentemente dos credos de cada um, daquilo que se escolhe ou não acreditar, é inegável que a religião aporta uma riqueza de valor inestimável para as sociedades.

Quando penso na pessoa em que me tornei, é inegável admitir que os pilares da minha personalidade foram construídos com base naquilo que a religião me ensinou. É que, muito mais do que a existência do divino ou da vida para além da morte, a religião deu-me algo que para mim não tem preço.

Deu-me valores, deu-me respeito pelo próximo, deu-me compaixão, deu-me o significado do valor da vida.



Se poderia ter adquirido estes mesmos valores sem a religião? Não sei, talvez. Mas a verdade é que, na vida que tive – e que bem ou mal será uma e uma só –, esses princípios chegaram até mim e enraizaram-se solidamente através da religião.




Alturas houve em que ponderei se quereria que essa tão, e cada vez mais, descrida religião fizesse parte da minha vida e da dos meus filhos. Mas hoje sei, sem qualquer sombra de dúvida, que quero e preciso que os meus filhos se tornem pessoas capazes de amar e respeitar o próximo, pessoas com valores e princípios, com crenças e ideais e sentido de justiça.

E é por isso que a resposta para isso é uma e uma apenas.

Desejo a todos os leitores uma  Feliz Páscoa

Ingredientes

Massa
  • 350 gr Farinha
  • 1 c. sopa óleo
  • água q.b.
  • sal

Recheio

  • 400gr de espinafres congelados picados
  • 250 gr de requeijão
  • Folhas de mangericão a gosto
  • 4 ovos
  • Sal
  • Pimenta
  • creme vegetal

Preparação

1. Colocar os ingredientes da massa na Bimby, ou num robot de cozinha, e misturar. Retirar para uma superficie ligeiramente enfarinhada e trabalhar um pouco a massa. Dividir em 6 porções, tapar e deixar repousar.

2. Cozinhar os espinafres no microondas durante cerca de 5 a 7 minutos. Escorrer e espremer bem para remover o máximo de liquido possível. Juntar o requeijão, o sal e pimenta e o mangericão picado.

3. Estender cada porção da massa em discos bem fininhos. Numa tarteira dispor um disco e pincelar com um pouco de creme vegetal derretido. Repetir com mais 2 folhas. Cobrir com o Recheio e alisar bem a superficie.

4. Com as costas de uma colher formar 4 ninhos. Partir os ovos para cada um dos ninhos. Para evitar excessos pode partir-de o ovo para uma taça, colocar a gema no ninho e só então preencher o espaço com a clara de forma a evitar excessos. Colocar um disco de massa e repetir o procedimento do passo 3.

5. Remover o excesso das bordas da massa e com o mesmo formar um cordão decorativo.

6. Levar ao forno pré-aquecido a 180º por cerca de 30 minutos na prateleira central. Subir um nível e ligar o grill para tostar um pouco a massa, cerca de 3 a 5 minutos. Deixar esfriar numa grade.


Receita adaptada daqui
Bom Apetite, Su

11 comentários:

  1. SU, a tua tarte ficou magnífica,os ovos devem dar um sabor delicioso à tarte.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  2. FICOU UMA TARTE LINDA E AQUELE OVO A ESPREITAR ESTA UMA TENTAÇÃO.
    FELIZ PASCOA
    BJS

    ResponderEliminar
  3. Olá Su
    Gosto mesmo da tua tarte, obrigada.
    Entendo o que dizes com o texto (embora não tenha entendido qual a resposta quando dizes:E é por isso que a resposta para isso é uma e uma apenas..
    Há outra situação que achei interessante, o facto de referires que não se fala de religião por ser muito reservado. É engraçado que para mim eu não coloco as coisas a esse nível, talvez porque eu não tenho a mesma visão que tu sobre religião.
    Mas eu vim aqui comer uma fatia da tua tarte e desejar a toda a familia uma feliz Páscoa.
    Referi-te no meu post de hoje http://obolodatiarosa.blogspot.pt/2012/04/coalhada-de-limao-com-gengibre-e-uma.html
    bjs

    ResponderEliminar
  4. A tarte ficou muito bonita e deve ser deliciosa. Gosto do contraste de cores. :) Beijinho e uma Páscoa feliz para ti e para a tua família!

    ResponderEliminar
  5. Votos de uma Santa Páscoa para ti e para a tua família.

    ResponderEliminar
  6. uma bela tarte, bem pascoal, com os ovos (da fertilidade) e o verde (da esperança que os dias grandes e quentes hão-de voltar).
    Eu gosto de religiões. Gosto de as estudar, acho que são muito interessantes e através delas podemos estudar a história do mundo, desde os primórdios, bem como a história de vários povos.

    ResponderEliminar
  7. Simplesmente Fantástico Su!!!
    Como sempre habituaste-nos a sugestões fantásticas!!!
    Boa Páscoa

    João Silva

    ResponderEliminar
  8. Ficou fabulosa a tua tarte. Já fiz algo parecido, mas em forma de empanada, e é de facto uma pequena maravilha :)
    um beijinho

    ResponderEliminar
  9. Olá Su.
    Sigo o teu blogue já há algum tempo embora não seja comentadora assídua.
    Gostaria de te pedir um favor, se for possível: noto que tens fotografias muito bonitas das receitas que aqui publicas. És tu que as tiras? Que máquina usas? Que técnicas usas para tirar fotografias a comida?
    Podias partilhar connosco?

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  10. Sei que cheguei tarde mas não queria deixar de vir dizer que adorei a tua tarde e as tuas imagens como sempre. Desejo-te agora eu uma boa semana. beijo

    ResponderEliminar
  11. Também já tinha visto esta receita no livro "500 pratos italianos", a tarte tem um aspecto óptimo :)

    ResponderEliminar