Crocante de Morangos e Cerejas... e os Nuncas ao longo da vida

Acho simplesmente intrigante a forma como mudamos a nossa forma de pensar, os nossos objetivos, os nossos gostos ao longo da nossa vida. 



Se antes de me formar acreditava que a minha vida seria pautada pela perseguição de uma carreira de sucesso e posições superiores, hoje esses objetivos foram largamente ultrapassados pelos valores familiares e pessoais. 



Se antes acreditava que nunca me casaria e tampouco  teria criancinhas para me atazanarem a paciência, hoje sei que sem a minha criancinha a vida não me faria sentido. 



Se antes abominava tudo o que se parecesse remotamente com renda, hoje dou por mim a usurpar as belíssimas toalhas de linho e renda da minha mãe e a comprar tecido de renda para me aventurar em cortes e costuras.
E não é apenas porque este ano a renda voltou em força às lojas de moda. Julgo que as coleções ainda nem haviam chegado às montras e já eu andava a namorar formas e ideias com tecidos rendados.





E vou aprendendo que, aquilo que hoje sei com absoluta certeza, amanhã poderá tornar-se descabido e incerto. E mais do que nunca a expressão popular “nunca digas desta água não beberei” faz todo o sentido para mim.



Da mesma forma que, até recentemente, a fruta ao pequeno almoço era coisa que a mim não me assistia, hoje constato o quão equivocada eu estava. Fruta ao pequeno almoço sim, e muita… de preferência assada e envolta na própria calda… sob uma camada crocante e decadente… colmatada com um aveludado – e já clássico – iogurte simples e natural…

Ingredientes
  • 1 chávena de flocos de Aveia
  • 1/4 chávena de farinha integral
  • 1/4 chávena de Açucar mascavado
  • 1 c. sopa de creme vegetal (usei Alpro Soya)
  • 1 chávena de Morangos
  • 1 chávena de Cerejas

Preparação

1. Pré-aquecer o forno a 200º.
2. Lavar e cortar os morangos e cerejas, tirando o caroço às últimas. Dispor num tabuleiro de forno.
Nota: Se se optar por fazer disto sobremesa, poder-se-á juntar um pouco de açucar à fruta nesta fase.

3. Numa taça juntar a aveia, a farinha, o açucar e o creme vegetal e com um garfo, ou com as mãos, misturar muito bem até obter uma espécie de massa uniforme. Dispor por cima da fruta.

4. Levar ao forno cerca de 30 minutos. Servir simples ou com uma bola de gelado para sobremesa, ou com iogurte para o pequeno almoço.



 Bom Apetite, Su

25 comentários:

  1. O belissimo pequeno almoço.
    Para mim o importante, nas mundaças é sermos felizes.
    Bjs

    ResponderEliminar
  2. Su concordo contigo "mudam-se os tempos, mudam-se as vontades" e "nunca digas nunca" :)
    Adorei esse pequeno almoço.

    Beijinho

    ResponderEliminar
  3. Esse crocante tem uma mistura de frutos vermelhos fantástica!
    Com o avançar da idade os nossos gostos ficam requintados!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  4. Sem pôr nem tirar. É isso mesmo que contato hoje em dia. E quem fala de gostos pessoais o mesmo se aplica a paladares, que dantes não gostava e agora adoro. A vida é interessante por isso mesmo :)
    Fruta ao pequeno almoço... sim tomo e todos os dias ;)
    Adorei a tua fruta com crocante, muito apetecível :)

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  5. Penso exactamente da mesma maneira e se à uns bons anos atrás me dissessem que a minha vida seria como é hoje, não só não acreditaria como me ria bem alto, jurando que nunca iria ser assim... Não me arrependo de nada apenas de não ter feito mais e melhor, mas ainda vou a tempo...
    Quanto à tua delicia de hoje..bem apenas digo que quando formos lanchar podes servir isto que eu não recuso! :)

    Sobre o teu comentário lá no blog: sabes que já uso muito a aveia, (até tenho umas bolachinhas para saírem!!)e o açúcar mascavado e até abuso do mel na doçaria que dá um gosto inconfundível.Mas a questão é que bani os doces por completo, tirando os cereais de aveia que como pela manhã.
    As refeições tem sido repartidas, para mim as saladinhas (todos os dias diferentes) e para o resto do pessoal faço algo mais normal.
    É apenas uma fase, mas assim que me sentir no ponto começo a provar uma dou duas coisinhas que também faz bem, eheheh.
    Bjokas
    Rita

    ResponderEliminar
  6. É verdade. Nenhuma certeza é tão grande que não o deixe de ser e ainda bem, é sinal que estamos constantemente a crescer, que temos a capacidade de nos desafiar e de encarar a vida sob várias perspectivas.
    Esse pequeno-almoço está divino e as rendas lindas.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  7. Identifico-me muito com o teu texto, não há mesmo certezas absolutas, o dia a dia é que nos faz descobrir o que queremos da vida. E a receita parace uma delícia:) bj!

    ResponderEliminar
  8. Su,
    Aquilo que descreves é a pura verdade... não existem, de todo, verdades absolutas!!
    Sobre a sobremesa só posso dizer que tem um aspeto super apetecível... e eu que adoro cerejas!!
    Bjocas
    Cady

    ResponderEliminar
  9. Isso é tão verdade!!! Eu nunca me imaginei a viver com alguém, aliás a minha casa foi toda preparada para ser habitada apenas por uma pessoa (apesar de ter espaço para 2 ou 3) mas eis que um belo dia, me aparece um "deus grego" que faz cair por terra todas as minhas convicções. O gosto musical foi-se alterando, as roupas utilizadas também, enfim, em quase todas as áreas houve uma mudança, ou melhor, uma evolução. E mesmo a nível profissional, coisas que nunca pensei fazer agora são as que mais gosto e as que tinha como ideiais afinal não eram bem assim. Em relação à comida, então aí foi brutal: passei da criancinha que pouco comia e era muito esquisitinha para a mulher que gosta de experimentar muita coisa e que come de quase tudo com muito prazer.
    E a fruta tem sempre lugar em qualquer refeição :)

    Hoje trouxe umas lindas e vermelhuscas cerejas de resende para comer como sobremesa ao almoço. E o que faço com as restantes que tenho lá em casa e com os moranguitos? Um crumble como o da Su :p

    ResponderEliminar
  10. Sim às rendas, à fruta logo pela manhã, à família e também à carreira.
    Um sim muito sonoro a tudo o que nos equilibra. E sem fundamentalismos, obviamente.
    Estamos em convergência, pelos ditados populares e porque também ontem fiz um crumble, mas para complemento de um bolo. Depois mostro ;)
    Um beijinho
    Guida

    ResponderEliminar
  11. Que delícia! Adorei a receita, tenho de experimentar rapidamente! Também gostei imenso do texto, e identifiquei-me muito com ele :)

    ResponderEliminar
  12. Que maravilha de aspecto, ficou tão apetitosa!

    Quanto às rendas, eu adoro, em tudo, são tão lindas!

    ResponderEliminar
  13. Adorei a postagem, realmente mudamos muito de pensamento e gostos.
    E quanto a receita, ficou perfeita, tenho certeza que deliciosa.
    bjs

    ResponderEliminar
  14. ESSE CRUMBLE FICOU PERFEITO COM DOIS FRUTOS QUE ADORO COM COM FLOCOS DE AVEIA QUE NUNCA PODEM FALTAR CÁ EM CASA.
    BJ

    ResponderEliminar
  15. Ola!
    Muitos Parabéns pelo seu blog. Adorei tudo o que vi por aqui. As fotos são magníficas! Já me fiz seguidora e vou voltar mais vezes.
    Este crocante de morangos e cerejas estão uma delícia.
    Muitos beijinhos

    ResponderEliminar
  16. É mesmo interessante como os nossos gostos mudam e como mudamos a nossa forma de pensar.
    Adoro fruta pela manhã, e com iogurte natural :)
    E adorei este crocante vermelho.
    Um beijinho.

    ResponderEliminar
  17. E a vida é mesmo assim uma constante mudança e é por isso que temos de dar valor ao que temos hoje, porque amanha virao novas coisas de certeza. Adorei tudo como sempre! beijo

    ResponderEliminar
  18. A dada altura da minha vida (e precocemente) as palavras "sempre" e "nunca" foram riscadas do meu "dicionário"... Cedo me apercebi que sempre era demasiado tempo e nunca era demasiado arriscado...
    Pois a nível gastronómico mudei como nunca pensei, e até tenho uns ténis cor-de-rosa (cor que abominava) :)...
    Quanto ao teu crocante... Espectáculo :)
    beijinho

    ResponderEliminar
  19. Oh, this berry crisp looks fantastic. And your photos with the ribbon and lace are beautiful, too!

    ResponderEliminar
  20. Concordo contigo em tudo! :-) Mudam os gostos, os objectivos, as prioridades, a noção do que é verdadeiramente importante e do que é secundário. E vou fazer esse crocante para o pequeno-almoço este fim-de-semana, oh se vou.
    Bjs

    ResponderEliminar
  21. Geralmente o que no passado disse "eu nunca isto, eu nunca aquilo", sairam-me sempre em sorte! Revejo-me completamente no teu texto que adorei como sempre :) as fotos, mais uma vez estáo maravilhosas! parabéns

    ResponderEliminar
  22. Su!
    Mais uma daquelas que arrepia.!!! obrigado pela receita!

    Xi

    JS

    ResponderEliminar
  23. Obrigada a todos pelos vossos fantásticos comentários. É bom saber que apreciam as minhas receitas, as minhas fotografias e as palavras que escrevo.
    Grande beijinho para todos :)

    ResponderEliminar
  24. Olá Su,

    Não resisti e fiz a minha versão. Um super pequeno-almoço!

    ResponderEliminar
  25. AMEI o que falou da família, pois eu era assim, sempre minha carreira em primeiro lugar, uma mulher bem sucedida, com bela casa, e sem crianças e marido... hoje? Casada e muito bem casada com um homem lindo, com sonhos de família, sonhos em ter crianças e gozar de cada momento de alegria que isso tudo está me proporcionando. Hoje sei a importância de se formar uma família e acima de tudo ser feliz!

    Sim, o almoço ficou lindo e provavelmente delicioso.

    Abraços

    ResponderEliminar