Cupcakes de Abóbora com cobertura de Mascarpone... muito descomplicados.

Se há coisa que já aprendi que não posso e não devo fazer é criticar as ações dos outros pais. Afinal, já aqui tinha referido que muitas mais vezes do que aquelas que gostaríamos, quando cuspimos para o ar... o mais certo é acertar-nos em cheio na nossa própria cabeça.


Mas há certas coisas que eu não consigo simplesmente compreender. A questão da logística, tantas vezes difamada, no que diz respeito às nossas crianças é precisamente uma delas.

Não consigo, por muito que tente {e eu juro que tenho tentado... incansavelmente... ou não}, compreender porque levam os pais o carrinho de bebé para o areal da praia. E nem sequer estou a falar da bengala, mas daquele carrinho que é grande, nada prático e tremendamente quente para um ambiente de praia.
É óbvio {para mim pelo menos} que o bebé não vai estar nele, porque se isso acontecer o mais provável é que ao fim de 1 hora de choro os pais concluam que afinal o filhote deles não gosta de praia... vá-se lá saber.
E depois, claro está, toda a panóplia de tralha que se leva atrás, desde a arca com a sopa mais o prato de comida, mais os iogurtes, fruta e bolachas... e os suminhos e danoninhos e inhosinhossss.... ao saco enorme com 20 fraldas e 10 mudas de roupa e toalhas e isto, aquilo e aqueloutro.
Não consigo compreender, até porque uma criança não precisa de tudo isso. A comida, a meu ver, deve ser prática - afinal, não levamos nós umas sandes e fruta quando vamos para a praia? Porque não havemos de levar coisas semelhantes para eles? E escusado será dizer que o carrinho da criança é para ficar no carro ou em casa.




A logística de uma criança é, a meu ver, aquilo que os pais a tornam. Desde que o meu filho tinha dias, sempre saí com ele para todo o lado e nunca, mas nunca, eu saí à rua com o mega saco cheio de coisas e coisinhas. Uma fralda na mala, o pack de bolsa de toalhitas e a chucha e pouco mais eu levava.

Claro que isto sou eu, que sou descomplicada. E gosto mesmo de descomplicar, a sério.
É bom! Juro! Deviam mesmo experimentar, porque pode ser que se revele uma verdadeira maravilha nos dias que correm. E garantidamente o stress será muito menor.



E podem nem acreditar, mas num dia complicado e com tanto para fazer como o do Batizado, optei por fazer uns cupcakes fáceis de fazer e muitíssimo descomplicados. Fizeram vista e na verdade a preparação demorou menos de 10 minutos.

Ingredientes

  • 2 chávenas de Farinha
  • 1/2 c. sopa de bicarbonato de sódio
  • 2 c. chá de fermento
  • Pitada de sal
  • 1 c. chá de canela
  • 1/2 c. chá de noz moscada
  • 1/2 chávena de creme vegetal
  • 1 1/4 chávena de açucar amarelo
  • 2 ovos
  • 1/2 chávena de buttermilk (1c. sopa de vinagre + resto para 1 chávena de leite)
  • 4/4 chávena de puré de abóbora
 Cobertura
  • 50g de creme vegetal
  • 125g marcarpone
  • 300g de açúcar em pó

Preparação

1. Pré aquecer o forno a 200º

2. No copo da bimby colocar açucar e o creme vegetal e bater durante cerca de 2 minutos, vel 4. Pelo bucal juntar os ovos um a um.

3. Juntar a farinha, bicarbonato de sódio, fermendo, sal e especiarias e o buttermilk. Bater bem durante alguns segundos na velocidade 5-6 até que a massa fique bem incorporada. Juntar o puré de abóbora e incorporar durante mais alguns segundos.

4. Colocar colheradas da massa em formas de cupcakes e levar ao forno cerca de 15 a 18 minutos. Deixar arrefecer numa grelha.

5.  Colocar no copo lavado o açucar em pó e o creme vegetal e bater na velocidade 4-5 até ficar bem misturado. Juntar o mascarpone e bater mais alguns segundos. Colocar o creme dentro de um saco de pasteleiro e decorar os cupcakes.



 Bom apetite, Su

19 comentários:

  1. Ficaram lindos, adorei as caixinhas...
    bom fim de semana
    bjs

    ResponderEliminar
  2. Adorei esses cupacakes e não podia estar mais de acordo contigo. Faz-me lembrar a tipica familia que leva o tacho e o garrafao atras.
    Gosto de ser prevenida mas nao caiu em exageros. No carro tenho sempre um saco com coisas que podem ser necessarias como uma muda de roupa e toalhitas. As malas das minhas filhotas levavam sempre uma muda de roupa, 3 fraldas, toalhitas, água e bolachas.
    Bom fim de semana :)))

    ResponderEliminar
  3. Descomplicados são os cupcakes, é a Su e é a nova cara do blogue. Está tudo bem mais acessível e clean. Gostei. E pelo caminho levo um cupcake, embora não seja mulher de complicar (e juro que se um dia tiver filhos hei-de levar este teu descomplicamento comigo, e com o filho!)
    Bom fim de semana :)

    ResponderEliminar
  4. Não consegui deixar de rir com o teu post. realmente é incrível aquilo que fazemos quando estão os filhotes em causa.
    parabéns pelos lindos cupcakes!

    ResponderEliminar
  5. Olá

    Ficaram lindos e descomplicados os cupcakes:)

    Bjs

    ResponderEliminar
  6. Oi Su, que combinação maravilhosa.Ficaram lindos e parecem deliciosos.Parabéns.Beijos e ótimo final de semana.

    ResponderEliminar
  7. O descomplicar também depende do bebé!! Eu, por exemplo, sempre tive de andar com uma mochila gigante atrás de mim! Com 10 fraldas descartáveis, 5 fraldas de pano, muda fraldas de tecido e impermeável, toalhitas, cremes, medicamentos, babetes, uma mantinha extra (no Inverno, claro!) e, pelo menos, 5 mudas de roupa!! Isto, no mínimo!! Tudo porque o meu filho sofria de refluxo gastro-esofágico, o que fazia com que ele vomitasse tudo, a toda a hora, todo o instante!! Para mim e para o papá a parafernália ficava no carro, mas tínhamos sempre de levar uma roupa extra!! E sim, tivemos de mudar de roupa, os dois, imensas vezes!! E o bebé, tínhamos de mudar pelo menos, uma vez por dia! E isto, era só para conseguir ir às compras a um hipermercado!! (e tivemos dias em que as 5 mudas de roupa não chegaram... durante as compras!!) Quem nunca precisou, não sabe dar valor!!

    ResponderEliminar
  8. Concordo em tudo :)

    E que lindos ficaram!!!

    Bjinhos
    Su

    ResponderEliminar
  9. Concordo plenamente! Acredita que as vezes nem as fraldas levo. (Tenho sempe reserva no carro) Quando saimos nem pensamos nas tralhas... Os bebes só precisam de amor e atenção! Os cupcakes estão óptimos! Boa semana!

    ResponderEliminar
  10. Estes pensamentos de mãe :) :) :)
    Ficaram bonitos
    Bjs

    ResponderEliminar
  11. Oi Su, concordo com tudo o que dizes e passa tudo por uma boa gestão pessoal e familiar. Em relação aos cupcakes tenho uma dúvida em relação à quantidade de puré de abóbora porque tu referes "4/4 chávena de puré de abóbora"... Para mim 4/4 é 1 chávena, certo? Bjs

    ResponderEliminar
  12. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  13. Que lindos cupcakes! Obrigada pela inspiração, quando as abóboras começarem a aparecer no meu quintalzinho vou sem dúvida expreimentar :)
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  14. Magníficos. Partilho a paixão pela culinária e pela fotografia.
    Parabéns!

    ResponderEliminar
  15. Qual é a quantidade de puré de abóbora?
    Refere 4/4 de chávena...

    ResponderEliminar
  16. Qual é a quantidade de puré de abóbora? Refere 4/4...

    ResponderEliminar