Involtinis de Beringela... e as marcas do passado.

Há uma determinada altura na vida de uma mulher em que ela se apercebe, quase drástica e dramaticamente, que está a envelhecer.




Um dia demora-se mais ao espelho e observa, com um rigor clínico, que algumas linhas insistem em marcar o seu rosto. E, quase que sincronamente, esta e aquela pessoa lhe vão dizendo que sim, que está com ar mais velho... com mais rugas. Oh Deus...


Etiquetas à venda em www.cavalinhodemadeira.com

Inevitavelmente eu essa mulher sente-se triste e um pouco desanimada, e passa a observar toda e qualquer imperfeição até memorizar cada traço vincado no seu rosto. Compra o sérum da década que promete rejuvenescê-la 10 anos, trata da sua pele como uma quase obsessão, faz do protetor solar o seu melhor amigo.




Mas eis que, em determinado momento, se apercebe que afinal essas linhas marcadas representam apenas uma vida repleta de muitos sorrisos. Sorrisos abertos e rasgados, sorrisos fortes e convictos.
Sorrisos de satisfação, de alergias, de concretizações... de paixões. Pelo homem que a faz feliz, pela família  que sempre a apoiou, pelo filho lindo com que a vida a brindou. Pelos momentos e recordações que guarda até que os seus olhos se fechem.

São sorrisos como aqueles que me são simplesmente impossível reter quando me aventuro em receitas com beringela e ele, ao provar, me diz que está delicioso. Ou como aqueles que as fotografias tiradas com a nova objetiva me roubam porque sei que vou conseguir fotos ainda mais belas das minhas delicadas receitas.

 
São feias as minhas rugas? Talvez para os outros, mas não para mim.
Poderia rebelar-me contra elas, mas opto por não o fazer. Afinal são elas que mostram a quem queira ver... realmente ver... que são um passado repleto de felicidade.

 

Ingredientes
  • 1 beringela, cortada em 6 a 8 fatias
  • 1 lata de tomate pelado
  • 1 embalagem de requeijão com baixo teor de gordura
  • 1 c. chá de tomilho seco
  • 1 ovo, preferencialmente biológico
  • 3 folhas de mangericão fresco
  • 6 a 8 fatias finas de presunto
  • 2/3 fatias de queijo limiano 50% gordura  (ou queijo Mozarella ralado baixo em gordura)
  • Sal
  • Pimenta
Preparação

1.  Colocar o tomate na bimby, ou noutro processador, juntar o tomilho e o sal e triturar.

2. Colocar num prato 3 fatias de beringela e levar ao microondas cerca de 3 a 4 minutos. Retirar para cima de papel absorvente e repetir para as restantes fatias.

3. Bater o ovo numa taça, juntar a pimenta e o mangericão picado e finalmente envolver bem o requeijão.

4. Num pirex de forno colocar cerca de 2/3 do molho de tomate. Em cada fatia de beringela colocar uma fatia de presunto e uma colher de sopa do requeijão. Enrolar e dispor no pirex. Regar os rolinhos com o restante molho e levar ao forno cerca de 20 a 25 minutos a 200º

5. Nos últimos 5 minutos colocar o queijo em pedaços por cima de cada rolo. Servir decorado com folhas de mangericão.










Bom Apetite, Su

13 comentários:

  1. É mesmo isso, as rugas no rosto são sinal de felicidade, de sorrisos escancarados, gargalhadas sonoras. São sinal de alguns franzir de testa, em momentos bons ou menos bons. As rugas são as marcas do tempo que passa e devem ser apreciadas como tal, como memórias vincadas na pele. E há que saber envelhecer, faz parte da nossa vida e deve ser encarado com naturalidade, afinal de contas envelhecemos desde o momento em que nascemos.
    Mas confesso que quando me apareceram os primeiros cabelos brancos que tive um momento de rebelia. Mas foi curto :p

    Esta receita está a chamae por mim, principalmente porque tenho todos os ingredientes à minha espera em casa :D

    ResponderEliminar
  2. Uma sugestão bem a meu gosto e a experimentar.
    Devem ter ficado deliciosos.

    Pois, as rugas.......as rugas são inevitáveis e fazem parte da vida.
    "Primeiro estranham-se, depois entranham-se". :)

    Bj

    http://asvezescozinheira.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  3. Olá Su..
    A Su tem o poder de me desafiar a cada escrita e a cada post..
    E eu como adoro e não resisto a bons desafios não fico indiferente..
    Permita-me que que lhe diga,não esqueÇa o passar dos anos com as lindas festas (só suas)que tão bem sabe preparar, para seu deleite e de todos que a rodeiam,com esses momentos tão intensos que consegue criar e brindar ás pessoas com quem priva!!! mas por favor esqueÇa os anos no sentido das pquenas marcas (rugas) que se podem instalar..as rugas aos trintas têm charme e seduÇão, encantam e deslumbram quem as ama..pque Su mais que a sua Juventude vc é uma MULHER/menina dotada...e até muito tarde e com muitas rugas vc vai ter em si esse poder de lindo de faser esqueÇer aos outros que sumou anos! quando adicona tanta VIDA à vida dos outros..entregando-se com essa paiXão que nos demomnstra aqui..
    Desculpe...tenha um bom dia
    Um beijinho
    UmaAnónima

    ResponderEliminar
  4. Olá Su, também já passei por isso. Demorava mais tempo do que o necessário ao espelho à procura de formas e maneiras de atenuar as rugas. Mas para quê? Faz parte da vida e mostra que vivemos bons e maus momentos. Temos de tirar o melhor partido de todos os nossos defeitos e saber aceitá-los de bom grado. Sei que quando riu elas se acentuam, mas não vou deixar de sorrir por isso. O importante é viver de bem connosco :)
    Os teus rolinhos atiçaram-me o apetite! Não estivese perto da hora do almoço :P

    Beijinhos :)

    ResponderEliminar
  5. As beringelas podem estar optimas mas o que realmente me impressionou foi a relação causa efeito que a felicidade nos traz ao nosso corpo, rosto no caso. Acredita que foi dos post mais genuinos que já li, apesar da simplicidade. "As rugas são as marcas da nossa felixidade". Depois disto quer-me parecer que as senhoras conservadas em clinique, como já li em certo blog, serão apenas uma lembrança de um passado algo carnavalesco.

    ResponderEliminar
  6. GOSTEI DO TEU POST, TENHO 45 ANOS E SINTO MELHOR HOJE DE QUE Á 1O ATRÁS ,ACHO QUE DEVEMOS ENVELHECER COM UM SORRISO NOS LÁBIOS POIS ESSE É NOSSO DESTINO.
    ADOREI A TUA BERINGELA TEM UM ASPECTO DELICIOSO.
    BJS

    ResponderEliminar
  7. Quais rugas n vi nem uma ;)

    Bjs

    As Papinhas dos Babinhos

    ResponderEliminar
  8. És linda, as rugas tornam-te ainda mais delicada, mais suave...
    A receita, de certeza deve ser óptima, costumo fazer umas bem parecidas :D

    Um grande abraço

    ResponderEliminar
  9. As linhas do nosso rosto representam as histórias da nossa vida e ultrapassam qualquer comentário. Temos que sentir orgulho delas! Cada vez que te olhares ao espelho e vires uma linha mais contornada recorda-te com alegria um dos momentos felizes que te maracaram e vais sorrir.
    E tu és linda Su e tens uma família linda:)

    E adorei as beringelas ;))

    ResponderEliminar
  10. Soberbo o teu post. Estou a entrar nos 40 e apesar de me dizerem (desde sempre) que pareço mais nova do que realmente sou, EU noto que as rugas estão para ficar e que aquela frescura natural da pele está a desaparecer. Mas, como afirmaste e bem, elas são o fruto de muitos sorrisos e de muitos momentos de felicidade com que a vida me brindou: um marido excepcional e uma filhota perfeita em todos os sentidos. Por isso, QUE VENHAM MUITOS MAIS MOMENTOS DE FELICIDADE E SE O PREÇO A PAGAR FOREM MAIS RUGAS, QUE VENHAM ELAS.
    Essas beringelas estão divinais e as fotografias magníficas.
    Muitos parabéns pelo excelente blogue.

    (http://saborescomtempo.blogspot.pt/)

    ResponderEliminar
  11. As rugas fazem parte do crescimento....e como dizia uma personagem tão conhecida da nossa praça, "estar vivo é o contrário de estar morto", as rugas representam isso mesmo, a vida!

    E a beringela está com um aspecto delicioso!

    Bom fim de semana :)

    ResponderEliminar
  12. Rugas com 30 anos?! Quanto muito umas marcas de expressão :)

    ResponderEliminar
  13. Rugas com 30 anos?! Quanto muito umas marcas de expressão :)

    ResponderEliminar