Pão de Muffin Inglês de Abóbora com Manteiga de Açucar mascavado e Canela... na minha percepção do Outono


{scroll down for english version}

A estrada de terra batida estende-se para lá das árvores que a abraçam de ambos os lados e as folhas, de mil tons de amarelo e vermelho, vão voando à medida que o carro avança sobre elas.
Dentro dele seguimos juntos, com camisolas de lã. Os pequenos atrás entre brincadeiras e risadas e nós, à frente, trocando olhares cúmplices e toques de mãos.


Alcançamos a casa de pedra ladeada por carvalhos altos e imponentes ao mesmo tempo que percebemos que, por trás das nuvens espessas e cinzentas, o sol estará quase de partida.
Lá dentro acende-se a lareira e os pequenos correm escadas acima numa descoberta das suas tocas temporárias.



Dirijo-me à cozinha rústica e desvendo as surpresas que ela me reserva. Uma mesa ampla em pedra escura, uma janela com cortinas às flores por cima da bancada da loiça, um fogão antigo com um forno que me promete maravilhas.
mamã, mamã… queremos chocolate quenteeeeee!!!!… fazes, fazes?!??” gritam-me uns olhinhos suplicantes. O pai une-se a eles e a mamã não tem qualquer hipótese.  




E um chocolate quente pede um pão acabado de fazer e guloso. Coloco o avental, arregaço as mangas da camisola e preparo-me para a aventura da farinha espalhada pela bancada e chão. E assim que se sente o cheiro do pão a cozer, coloco o chocolate a derreter na caçarola com um pouco de leite e proponho que preparem o recanto no sofá com mantas quentinhas e aconchegantes.
E é assim que imagino o Outono. Num recanto escondido do mundo, com folhas caídas das árvores e carvalhos imponentes, a beber chocolate quente e a comer um pão delicioso acabado de fazer.

E este é deveras um pão delicioso, talvez mesmo a melhor receita de pão que fiz até agora.

Ingredientes

  • 1 chávena de farinha integral
  • 1 e 1/2 chávenas de farinha trigo
  • 1 pacote de fermento seco (fermipan)
  • 1/2 c. chá de bicarbonato de soda
  • 1 c. sopa de Mapple Syrup sem adição de açucares
  • 1 c. sopa de azeite
  • 1/3 chávena de puré de abóbora
  • 3/4 chávena de  leite morno
  • 1/3 chávena de água morna
  • 1 pitada de sal
  • creme culinário para barrar
  • Sementes de sésamo q.b.
Manteiga
  • 1/2 chávena de creme culinário semi derretida (Alpro Soya)
  • 1 c. sopa de açucar mascavado (ou amarelo)
  • 1/2 c. chá de canela
  • 1 pitada de sal
 

Preparação

1.Untar uma forma de pão com o creme culinário. Polvilhar com as sementes de sésamo e reservar.

2. Colocar no copo da bimby a farinha integral, o fermento e o bicarbonato de soda. Mexer durante alguns segundos na velocidade 3.

3. Juntar o leite, o puré de abóbora, o xarope, o azeite e a água e mexer cerca de 20 segundos na velocidade 6.  Juntar a restante farinha e o sal e mexer apenas até envolver, na velocidade 6 - não mexer demasiado para não trabalhar a massa demasiado.  Colocar a massa na forma e deixar levedar cerca de 60 minutos.

4. Após cerca de 40 minutos, pré-aquecer o forno a 190º. Levar o pão ao forno 35 minutos. Retirar do forno e deixar arrefecer antes de desenformar.

5. Para a manteiga, misturar bem todos os ingredientes e levar ao frigorifico para ganhar consistência. Barrar numa fatia do pão acabado de fazer ou tostado posteriormente.



Receita adaptada daqui




Pumpkin english muffin bread with brown sugar cinnamon butter... and my perception of Fall 

The road extends itself beyond the trees that embrace both sides of it and the leaves, in a thousand shades of yellow and red, flow in the air as the car passes by.
Inside it, we smile in our wool sweaters. The little ones behind us, playing and laughing as we exchange accomplice glances and gentle touches of hands.

As we reach the big old stone house, surrounded by tall and imposing oaks, we realize that behind the thick, grayish clouds, the sun as almost set. 
Inside, the fireplace is lit up and the kids run up the stairs so they can claim their temporary kingdoms.

I steer for the rustic kithen and I embrace all the wonders it offers me. A very big old stone table, a small window with flower curtains just on top of the washing sink, an old stove with an oven that promises me everything and more.
"Mommy, mommy... we want hot chocolateeeee!!!... Will you do it for us, pleaseee?!!" a couple of begging eyes yell at me. And as the father joins them... mommy has absolutelly no chance.

And, indeed, a hot chocolate begs for a delicious, still warm, freshly made bread. And so, I put on my apron, roll up my sleeves and prepare for the upcoming adventure of having flour spreaded all over the counter and floor.

As the scent of the baking bread starts invading my senses, I take the saucepan with the chopped chocolate and bit of milk and put it on the heat so it melts graciously. I suggest that they arrange all those fluffy blankets in that cozy couch so we can all enjoy ourselfs. 

And that's my perception of fall. In hidden place, far away from the rest of the world, with fallen leaves and majestic oaks, drinking hot chocolate and savouring a delicious homemade bread.

And this is indeed an amazing bread, maybe the best recipe I've encountered so far.



Ingredients:

  • 1 cup whole wheat flour
  • 1  1/2 cup all purpose flour
  • 1 package dry yeast
  • 1/2 teaspoon bakins soda
  • 1 tblspoon de Mapple Syrup (no added sugar)
  • 1 tblspoon olive oil
  • 1/3 cup pumpkin puree
  • 3/4 cup warm skim milk
  • 1/3 cup warm water
  • pinch of salt
  • soya butter
  • sesame seeds
Butter
  • 1/2 cup melted soya butter
  • 1 tblspoon brown sugar
  • 1/2 teaspoon cinnamon
  • pinch of salt
 

Method

1.Grease a loaf pan with the butter and sprinkle with the sesame seeds.

2. In the electric mixer combine whole wheat flour, yeast and baking soda. Mix for a few seconds.

3. Add in milk, pumpkin puree, syrup, olive oil and water, increase speed and mix until well combined. Slow speed and add the remaining flour and salt e mix until just combined - do not overmix. Put the batter in the pan and let rise for about 60 minutes.

4. After about 40 minutes, preheat oven to 190º. Bake for 35 minutes. Remove from the oven and set aside to cool.

 
5. For the butter combine all ingredients well and put it in the frigde for a couple of minutes.

Original recipe here



 Bom apetite, Su

19 comentários:

  1. É uma idealização muito romântica do Outono. A minha é semelhante: uma casa rústica perdida numa aldeia algures em Portugal, em que a chegada se faz precisamente por uma estrada ladeada de árvores em tons de ouro e vemelho. E depois todos os pormenores idílicos da casa tornariam este comentário excessivamente longo, pelo que termino a descrição por aqui. Mas não sem dizer que levo esta receita de pão comigo. Levo sim, pois gostei da textura e porque nunca fiz pão de abóbora. E agora que o Outono está instalado, há que o aproveitar em toda a sua glória :)

    ResponderEliminar
  2. Olá Su,
    acho que este pão combina na perfeição com a chegada do outono :) Eu fiquei com imensa vontade de o experimentar... fica em lista de espera ;)
    Eu já faço os meus pães automáticamente, apenas vou alterando nas farinhas e sementes, sempre a pensar na saúde. Este teu ficou debaixo do olho.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  3. Texto maravilhoso e receita ainda melhor.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  4. Que maravilha de pão para acolher o Outono
    Beijinhos
    Belinha
    Mundo das Receitas
    http://mundodasreceitas.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  5. ACHO QUE COMBINA MUITO BEM COM O OUTONO.
    O PÃO FICOU LINDO DEMAIS, ADOREI.
    BOA SEMANA
    BJS

    ResponderEliminar
  6. E eu que andei por sítios assim este fim de semana. Pena é que seja apenas por dois dias e só de vez em quando...
    O pão está com um ar maravilhoso! E as fotografias... perfeitas como sempre!
    Beijinho.

    ResponderEliminar
  7. Lindo o teu pão, fiquei com uma vontade imensa de o fazer!

    Parabéns

    ResponderEliminar
  8. O aspecto é incrivel!
    Eu gosto muito de abóbora, esse pão deve ser uma delícia.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  9. mais um post delicioso:) tb adoro o outono, e um pãozinho acabado de fazer acompanhado de chocolate quente é perfeito para os dias mais frios que estão a chegar. bj:)

    ResponderEliminar
  10. Gostei muito do aspecto do pão. E a acompanhar com chocolate quente então......é mesmo uma maravilha.
    Beijinho

    ResponderEliminar
  11. Que aspecto incrivel. Deeve estar super delicioso e perfumado. E a manteiga adorei. Bjs

    ResponderEliminar
  12. um pão delicioso e muito outonal, perfeito para acompanhar o decorrer desta nova estação :) beijinhos

    ResponderEliminar
  13. Parece-me o cenário perfeito, para beber um chocolate quente acompanhado deste pão magnífico.
    Já sabe bem fazer pão e sentir o seu cheiro espalhar-se pela casa :)
    Um beijinho.

    ResponderEliminar
  14. Olá Su
    Olá Su :)))
    Como sempre numa total entrega a tudo que faz...
    Esse pão está demais..))))enchendo de curiosidade todos os sentidos...
    Depois de ler e adorar a sua percepção de Outono...gostaria que nos brindasse com o verdadeiro motivo e local onde fez o seu pão de Muffin Inglês de Abobora...pque nesse sim está a sua verdadeira essência...
    Enquanto nos descreve vou diliciar-me a tomar 1chocolate quente...
    O Outono é a minha estação preferida..pelos tons, pelas texturas e pelas descobertas!!!
    Um grande beijinho e continue sempre a brindar-nos com a sua nitidez e sensibilidade mental..

    UmaAnónima
    UmaAnónima

    ResponderEliminar
  15. Wow, this bread looks phenomenal...and your photos are just breathtaking!! Thanks so much for sharing :)

    ResponderEliminar
  16. Um pao com cheirinho a Outono...onde a abobora e a rainha.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  17. Olá Suvelle, os encantos do Outono trazem vontade de nos perdermos nas mantas, aquecidos até ao fim dos dias no sabor que ele nos traz. é esse o encanto de ir rasgando as páginas do calendário, acolher o que cada estação tem de bom!
    :)
    Bjs

    ResponderEliminar
  18. Su, adorei teu textos e as fotografias como sempre. Esse teu pão tem um aspecto fantástico eu já algum tempo que não compro pão, faço-o sempre cá em casa e do que mais gosto é do cheirinho que fica na cozinha quando ele saí do forno! beijos

    ResponderEliminar