Mac & Cheese de Couve-flor... e as dúvidas inerentes.


{scroll down for english version}

Enquanto mãe, tento guiar-me sempre pelo que o meu instinto me diz ser o correto.  Se o é efetivamente ou não, não sei, mas é o meu instinto e é por ele que oriento a minha conduta de educação.





Procuro, tal como em todos os aspetos na minha vida, absorver informação de diversas fontes, ler livros cujas linhas de orientação vão de encontro àquilo em que eu acredito e tentar unir um pouco de tudo de forma a criar as minhas próprias regras e métodos de ensinamento.
E eu acredito que, mesmo no meio da inexperiência, quem sabe o que é melhor para uma criança são os seus pais. 




Mas a verdade é que, por muito que as coisas correm bem, por muito que acreditemos estar a fazer o correto, muitas vezes instala-se a dúvida: Será que estou a ser demasiado branda? Será que não lhe devia ter dado aquela palmada? Será que estou a fazer tudo errado?




Creio que faz parte do importantíssimo papel de se ser mãe/pai. Por vezes acertamos e por vezes erramos. Mas o mais importante será, provavelmente, o aprender com os erros. O não nos martirizarmos porque decidimos insistir numa guerra à hora de refeição, quando na verdade acreditamos que não o devemos fazer, que ele lá comerá quando tiver fome e que a hora da refeição não pode e nem deve ser horário para lutas. 




E eu sei que, no papel de pais, iremos muitas vezes questionar-nos se estamos no caminho certo, se estamos a agir corretamente ou se não passamos de dois adultos que não percebem rigorosamente nada do que estão a fazer. 

Mas acredito que todo este percurso é um percurso de aprendizagem também para nós e que, ainda que não estejamos sempre certos, seguramente tentaremos sempre fazer o nosso melhor.

Ingredientes


  • 1 Couve-flor média, cortada em floretes
  • 1 c. sopa de azeite
  • 1 lata de Cogumelos laminados
  • 1/2 c. sopa de creme culinário
  • Massa conchas q.b.
  • 30 gr Farinha
  • 300 gr leite magro
  • 40 gr creme culinário
  • 3  c. sopa de queijo mozarella ralado +  1 c.sopa
  • 1 c. chá de rosmaninho seco
  • 1/4 chávena de Panko ou pão ralado
  • Sal
  • Pimenta


Preparação

1. Pré aquecer o forno a 200º. Barrar um tabuleiro de forno com um pouco de creme vegetal e reservar.

2. Colocar a couve flor num tabuleiro com o azeite, sal e pimenta, envolver bem e distribuir numa camada. Levar ao forno a assar por cerca de 20-25 minutos.

3. Cozer a massa de acordo com as instruções até ficar al dente.

4. Numa frigideira, colocar a 1/2 c. sopa de creme culinário e os cogumelos com uma pitada de sal e deixar fritar. 

5. Para o bechamel, colocar o leite, a farinha, o creme culinário e sal e pimenta no copo da bimby e programar 8 minutos, temperatura 90ºC na velocidade 4.
Juntar 3 c. sopa do queijo e envolver bem. 

6. Juntar a massa ao molho com os cogumelos, o rosmaninho e a couve flor assada e colocar o preparado no tabuleiro barrado. Juntar o panko ao restante queijo e cobrir a massa. Levar ao forno por cerca de 20 minutos ou até ficar dourado


Receita adaptada daqui
 Bom apetite, Su





Title Cauliflower Mac & Cheese... and the inherent doubts

As a mother, I always try to guide myself by what my instinct tells me it’s right. If indeed it is or not, I don’t know, but it is my instinct and it’s by which I guide my educating conduct.

I seek, as in all aspects in my life, to absorb information from various sources, read books whose guidelines go along with what I believe and I try to put together a bit of everything to create my own rules and teaching methods.
And I believe that even in the midst of inexperience, the ones that know what is best for a child are their own parents.

But the truth is, as much as things go well in general, however we believe to be doing the right thing often settles the question: Am I being too lenient? Have I done the right think when I gave him a little slap? Am I doing it all wrong?

I think that is part of the important role of being a mother / father. Sometimes we get it right and sometimes we make mistakes. But the most important thing will probably be learning from mistakes. Not blame ourselves because we decided to insist on a fight  at meal time, when in fact we believe that we should not, he will eat when he’s hungry and that meal time cannot and should not be a time for fights.

And I know, in the role of parents, we often ask ourselves whether we are on the right track, if we are acting properly or not or if we are simply two adults that have no idea of what they are doing. But I also believe that this whole journey is a learning process for us and also that, although we are not always right, surely we will always try to do our best.


Ingredients:


  • 1 medium cauliflower, cut into florets
  • 1 tblspoon oil
  • 1 can of mushrooms sliced
  • 1/2 tblspoon vegetable butter
  • Pasta shells 
  • 30 gr Flour
  • 300 gr skim milk
  • 40 gr vegetable butter
  • 3 tblspoon shredded mozzarella cheese  + 1 tbsp
  • 1 tspoon dried rosemary 
  • 1/4 cup Panko breadcrumbs
  • salt
  • pepper
 

Method

1. Preheat oven to 200ºC. Spray or butter a 2-quart baking dish and set aside.

2. Place the cauliflower in a tray with olive oil, salt and pepper, wrap well and distribute a layer. Bake in the oven for about 20-25 minutes.

3. Cook the pasta according to the instructions until al dente.

4. In a pan, put a 1/2 tblspoon of butter and the mushrooms with a pinch of salt and let fry.

5. In a high sided skillet, heat the butter over medium heat until it begins to bubble. Add flour and whisk, allowing it to cook for 1-2 minutes. Pour in your skim milk and whisk well. Continue to stir occasionally while the sauce thickens slightly over the next 8-10 minutes.

6. Add the pasta to the sauce with mushrooms and roasted cauliflower and place in the prepared pan. Add the cheese to the panko and cover the pasta. Bake for about 20 minutes or until golden

Recipe adapted from here
 Bom apetite, Su

14 comentários:

  1. Adora essa massa! Acho que nunca me passaria pela cabeça mistura-la com couve flor. Deve ser uma delícia!

    ResponderEliminar
  2. Essa massa tem tão bom aspecto!:)Quando às dúvidas, é mesmo assim, convivo com elas todos os dias. Estou sempre a perguntar-me se estou a seguir o melhor caminho como mãe, mas julgo que todas somos assim:) bj!

    ResponderEliminar
  3. Excelente refeição tem tudo para me agradar.
    Aspecto delicioso.
    Boa semana
    bjs

    ResponderEliminar
  4. Acho que essas incertezas fazem parte do papel de pais, e de certo modo ainda bem que existem ;)

    Esse mac&cheese parece-me delicioso :)

    Beijinhos e tem uma óptima semana! :D

    ResponderEliminar
  5. Por vezes as incertezas caminham ao nosso lado, e quando ultrapassadas ficam para trás!!
    Mas tenho a certeza, que essa massa ficou divinal!!

    Bjocas

    ResponderEliminar
  6. Acho que as melhores mães são mesmo aquelas que se questionam porque só erra muito quem tem sempre certezas! Adorei a receita!
    Beijinho,
    Sara

    ResponderEliminar
  7. Adorei o seu blog e já estou seguindo e aqui e no facebook,bjs,violeta

    ResponderEliminar
  8. adoro couve-flor e curiosamente parece ser um legume subestimado pela maioria dos blogues. Acho que fica maravilhosa em sopas ou em puré, ou até mesmo cozida e regada com um fiozinho de azeite aromatizado.

    Quanto às dúvidas, pelo menos deste tipo não as tenho :p

    ResponderEliminar
  9. Ahh Su.. como te compreendo. Porque é que os nossos filhos não vêm com um manual de instruções? É tão difícil o papel de mãe/pai na educação diária. Mas o caminho é esse mesmo, seguir os nossos instintos, se há coisa que há muito já aprendi é que mesmo fazendo as coisas menos bem feitas, é sempre o nosso melhor e nós é que sabemos.

    Em relação à massa adoro!! Uma vez fiz uma parecida, mas no pão ralado coloquei bacon frito... ficou delicioso!
    beijinhos,
    MJ

    PS - Acho que cada vez mais que te conheço, mais me apetece encontrar-me contigo, tais as semelhanças que encontro! ;)

    ResponderEliminar
  10. Ficou lindo Su! Mais uma belíssima sugestão!

    Para já ainda não tenho essas questões, mas acredito que todos os pais passem pelo mesmo. Desde que seja com amor, certo ou errado tudo acaba por se resolver.
    beijinhos
    http://sudelicia.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  11. Ai que lindas fotos.. mesmo lindas adorei tudo! beijos

    ResponderEliminar
  12. Ser mãe é trabalho mais difícil mas ao mesmo tempo mais gratificante do mundo.
    deliciosa receita :)
    beijinhos

    ResponderEliminar
  13. Obrigada Su por esta magnifica receita, troquei o bechamel por leite de arroz e farelo de aveia com queijo de cabra e ficou ótimo. Obrigada :)

    ResponderEliminar