Os Bagels perfeitos... ainda que imperfeitos


{scroll down for english version}

A nossa tradição do brunch ao fim de semana iniciou-se assim que começámos a viver juntos. É uma daquelas importações estrangeiristas para a nossa vida que acolhemos de bom grado e que se adequa perfeitamente aos nossos gostos e modo de vida. 



Sair de casa a meio da manhã e rumar a um dos nossos sítios de eleição, sem trânsito ou horas para chegar é daquelas coisas que antecipamos avidamente durante a semana. 
Ele é mais ovos mexidos com espargos, eu sou mais Iogurte com fruta e muesli. Mas ambos nos perdemos, de forma idêntica, pelos bagels torrados com manteiga e doce. 





Mas infelizmente estes meninos não se encontram com facilidade, ou pelo menos não a versão verdadeira e mais semelhante ao original que se encontra do outro lado do Atlântico. 

E como é óbvio, eu não poderia não tentar reproduzir receita atrás de receita até me contentar com uma que fizesse jus aqueles que são os meus círculos favoritos de pão. Acreditem que as tentativas foram muitas, com resultados que foram desde a pedra ao esponjoso, passando pelo não comestível de todo. 




E eis que finalmente a encontrei. Esta é a receita que me enche as medidas. Devo dizer que mal pude parar de comê-los assim que os fiz, e de uma fornada de seis… sobraram apenas dois para congelar. A textura é irrepreensível e o sabor perfeito. 




A técnica porém, ainda deverá ser afincadamente treinada, pois o resultado não igualou os círculos simétricos com buraquinhos perfeitos que são os verdadeiros bagels. E ainda que o verdadeira brunch seja mais apreciado fora de casa, eu cá sou apologista de que os brunchs também podem ser feitos ao jantar…

Ingredientes


  • 3 3/4 chávenas de Farinha
  • 1 1/4 chávena de água quente
  • 1/4 chávena de creme vegetal 
  • 2 c. sopa de açucar
  • 1 c. chá de sal
  • 1 c. chá de fermento seco
  • sementes de sésamo
 

Preparação

1. Colocar os ingredientes liquidos na cuba da Máquina de fazer pão, seguidamente dos secos. Programar para amassar.
(Em alternativa, amassar à mão durante alguns minutos até obter uma massa com consistência elástica)


2. No final retirar a massa para a bancada enfarinhada e dividir em porções. Formar discos de massa, fazendo um buraco no meio e deixar repousar por mais 15 minutos.

3. Colocar uma panela larga com água e 1 colher de sopa de açucar ao lume e quando ferver baixar um pouco. Colocar os bagels, alguns de cada vez e deixar cozer cerca de 1 minuto de cada lado, virando com cuidado - os bagels devem flutuar na água.

4. Remover com uma escumadeira e colocar num prato onde estejam as sementes de sésamo e dispor num tabuleiro de forno.

5. Levar ao forno a 200º cerca de 17 a 20 minutos.


 Bom apetite, Su




The Perfect Bagels... although unperfect

Our brunch tradition at the weekend started as soon as we went living together. It's one of those foreign things that we imported in our lives that we welcome and that fits perfectly in what we like and in our lifestyle. 

Leaving home at mid-morning and head to one of our favorite places, without traffic or scheduled hours is one of those things that is eagerly anticipated throughout the week. 
He is more scrambled eggs with asparagus, I'm more Yogurt with fruit and muesli. But we both lose ourselves, identically, with toasted bagels with butter and jam. 

But unfortunately these boys are not easily found, or at least not the true version more like the original which we find at the other side of the Atlantic. And of course, I couldn’t not try to try recipe after recipe until I find myself happy with a version that was worthy of those who are my favorite circles of bread. Believe me when I say that there were many attempts, with results that went from rock to spongy, going through the very inedible. 

And here I finally found it. This is the recipe that makes me beam. I must say that I couldn’t stop eating them as soon as I made them, and from a batch of six ... only two were left to freeze. The texture is flawless and taste is perfect. The technique however, must still be trained hard, because the result is not equaled to the symmetrical circles with perfect holes that the real bagels are. And though true brunch is more appreciated outside the home, I'm apologist that brunch can also be made for dinner ...

Ingredients:
  • 3 3/4 cups flour
  • 1 1/4 cups hot water
  • 1/4 cup butter/margarine (placed in the hot water)
  • 2 tbsp sugar
  • 1 tsp salt
  • 1 tsp active dry yeast
  • sesame seeds
 

Method

1.Put all ingredients into bread machine, starting with liquids and then the dry ingredients, and set to dough.

2. When down knead it in your hands for a minute, trying to get all the air pockets out. Place on floured surface cut into pieces.

3. Shape your pieces so that they are somewhat circular, then using your thumb make a hole in the center, you may want to stretch it a bit as it will become smaller as the dough rises and bakes. Cover for 15 minutes. Pre-heat your oven to 200ºC.

4. Take a Pan with water and 1 tblspoon of sugar to heat until boiling. Low the heat and insert a couple of bagels at a time and cook for about 1 minute each side, turning carefully. Remove and place on a dish with sesame seeds and lay on a greased baking sheet.

5. Bake for 17-20 minutes.



 Bom apetite, Su

25 comentários:

  1. Consigo imaginar os "não comestíveis de todo" por diversas vezes que isso me aconteceu!
    Felizmente que conseguiste achar a receita que te enche as medidas! Quanto à forma vem com o tempo! Eu cá gosto de bagels, com compota! :)
    E gosto desse tradição do brunch, parece-me uma óptima forma de repousar da semana que passou e ganhar energias para a que vem.

    Um beijinho querida Su*

    ResponderEliminar
  2. Sabes o qto adoro brunchs... e bagels :)
    Será desta que os faço em casa?
    Lindos

    bj

    ResponderEliminar
  3. Perfeitos! Receita guardada e planeada para o fim-de-semana.

    Bjs.

    ResponderEliminar
  4. Parecem-me perfeitos... vou levar comigo! Obrigada! :)

    ResponderEliminar
  5. Olá Su,
    estou rendida à tua receita. Imperfeitos?! Onde?! Para mim estão mais que perfeitos sendo caseiros é o mais importante. Ando com vontade de experimentar, mas ainda não tive coragem. Será desta?!
    Adorei a tua receita. Parabéns.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  6. Pois eu acho que estão perfeitos, que maravilha!

    ResponderEliminar
  7. Olá Su
    Lindos! Qual imperfeitos...
    Por cá somos apologistas de brunch ao sábado. Até as pequenas já alinham e pedem. Sempre com ovos escalfados, bacon pecaminosamente tostado, panquecas, sumo de laranja e muitas vezes sopas com toques orientais... já falta pouco para sábado!
    E muitos parabéns pela nomeação da vogue tão merecida :)
    1 bj
    Guida

    ResponderEliminar
  8. Pelo aspecto são deliciosos, agora o sabor só experimentando,
    beijinho

    ResponderEliminar
  9. Tenho um receita de bagels no meu livro do pão que ando mortinha por experimentar. Por cá também gostamos muito de brunchar e fazêmo-lo muitas vezes ao jantar, pois tem fins de semana que o Vel trabalha durante o dia... Podem não ter ficado perfeitamente redondinhos, mas se o sabor é perfeito, isso é o mais importante. E o Rafael, também gosta dos bagels?

    ResponderEliminar
  10. Eu nunca provei bagels, mas tenho curiosidade... Eu achei que os teus ficaram magníficos!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  11. Fiquei rendida às tuas palavras e vou tentar fazer este Domingo... Como é bom ter alguém que insiste na perfeição e quando a encontra a partilha connosco! És maravilhosa! Um beijinho.

    ResponderEliminar
  12. Que aspecto. Dá mesmo vontade de trincar. Tenho que experimentar!

    ResponderEliminar
  13. Podem não estar perfeitos, mas acho que estão muito apetitosos!
    Eu nunca experimentei bagels, mas um dia destes vou começar por fazê-los em casa :)

    ResponderEliminar
  14. Olá :)
    Eu acho-os perfeitos! E devem ter ficado uma maravilha.

    ResponderEliminar
  15. Fiquei com vontade de os fazer Su!
    Também eu adoro brunchar e adoro bagels :)
    Um beijinho.

    ResponderEliminar
  16. A prática vai te levar lá e aí quero ver os teus bagels perfeitissimos :)
    Adorei a receita pois é muito simples e agora não há desculpa para não ter um brunch ou um "late lunch" mais rico...
    Bjoka
    RIta

    ResponderEliminar
  17. Não consigo passar sem um brunch ao fim-de-semana :)
    acreditas que nunca fiz bagels,mas gosto muito de os comer, será desta que me vou aventurar?
    os teus ficaram apetitosos!

    ResponderEliminar
  18. Também fiz uns bagels no outro dia, mas com uma receita diferente da tua! Estes teus estão mesmo bonitos!

    ResponderEliminar
  19. E pronto, lá vou ter de experimentar esta tua receita de bagels também Su! :D Não se faz :D

    Cá em casa o brunch não é uma tradição, o único dia em que o fazemos é o dia de Natal :D

    Beijinhos e tem um bom resto de dia :)

    ResponderEliminar
  20. Oi Su, receita bem prática e com um resultado ótimo.Estou levando a receita, quando fizer venho te contar como ficaram.Beijos querida.

    ResponderEliminar
  21. Ficaram lindos de facto! Nunca provei mas pelo aspecto devem ser uma delicia, adoro pão com sementes! beijos

    ResponderEliminar
  22. Não conheço mas o aspecto destes estão muito bonitos, uma apresentação excelente. Beijinhos

    ResponderEliminar
  23. Olá Su, antes de mais os seus bagels têm um óptimo aspecto! Poderia dizer-me que tipo de fermento costuma usar para os fazer?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Beatriz, o fermento seco que menciono é do tipo fermipan e pode encontrá-lo nas grandes superficies como o Continente ou Pingo Doce.
      Beijinhos

      Eliminar