[Insta Moments] ... e a minha Família



A família é tudo aquilo que nos preenche e nos enche o coração. 

Encho-me de orgulho ao folhear as páginas do álbum do meu pequeno reguila, relembro cada momento e cada sorriso da sua vida. Encho-me de orgulho da pequena rosa amarela {5} que ele me oferece no dia da mãe com o carinho puro tão próprio de uma criança. 
Fico feliz por ter um pedacinho de cada momento dele ali guardados e entrego-me com ânsia na conceção dos álbuns das manas {6} onde irei guardar pedacinhos delas também.

Olho para a minha família e sei que é ela o que de mais precioso posso ter na vida. 
Olho à minha volta e vejo uns pais, os meus, que estão sempre lá para mim, que me ajudam e me apoiam e me amam incondicionalmente. Sem eles a minha vida não existiria, sem o amor deles a minha vida seria, com toda a certeza, uma vida mais triste e mais sombria. 

Olho à minha volta e vejo uns pais, os dele, que são os sogros que sempre pedi, que nos apoiam e nos respeitam, que nos alegram e nos motivam.

Olho à minha volta e vejo um pai, o dos meus filhos, que é tudo aquilo que um pai tem de ser e ainda mais. Que ama os meus filhos mais do que à própria vida, que abdica daquele último pedaço de maçã  ou do miolo da torrada para lhe dar a ele [ou a mim] só para o ver sorrir. 
Um pai que ama a mãe dos meus filhos e tudo faz para a ver feliz, que lhe escolhe o perfume {2} e lhe traz de presente da última viagem o baton perfeito {4} como sabe que ela gosta. Que lhe envia 30 rosas brancas {1} por saber que são as suas favoritas e que lhe permite colocar em prática os seus devaneios mais loucos como pintar aquela estante de branco {9} ou comprar todos os vestidos ou macacões de renda que ela adora {3, 9}.
Que a apoia para fazer aquilo que ela adora, dançar... {8} 

E mesmo quando apanho uma aquelas doenças próprias das crianças, que me deixam incapaz e a líquidos {7} durante um par de dias, sei que não há rigorosamente nada na vida mais importante do que a minha família. 




sigam o Suvelle Cuisine no Facebook Instagram }
*
follow Suvelle Cuisine on Facebook and Instagram}

 Bom apetite, Su

4 comentários:

  1. Lindo!!! O amor supremo!!

    Saudações transmontanas.

    ResponderEliminar
  2. Não me digas que apanhaste a varicela? Eu tive há uns anos atrás, com 31. Foi terrível. Fiquei em casa durante duas semanas e na primeira estive mesmo, mesmo mal. Na altura sentia-me um alien :p

    ResponderEliminar
  3. Força Su!... Gosto muito do teu instagram, cheio de luz :)

    ResponderEliminar