A Verdade Por Trás da Blogger


The Truth Behind the Blogger


Follow me at Instagram | Bloglovin | Facebook | Youtube

Ser blogger tem sido uma verdadeira aventura. Depois de 7 anos neste mundo virtual - na verdade mais já que fui autora de outro blog antes do Suvelle Cuisine - houve muitas coisas que aprendi, muitas desilusões pelo caminho mas também bastantes concretizações e reconhecimentos.

Quando decidi criar este blog foi, de certa forma, como que um desafio que resolvi abraçar e uma forma de escapar um pouco a uma profissão exigente e desgastante. Nunca, nessa altura, sequer pensei que este desafio se tornaria numa parte tão importante da minha vida.

A verdade é que o nível de exigência por mim mesma foi subindo pouco a pouco e, pouco a pouco, fui-me questionando se conseguiria ou não fazer um pouco melhor.

Será que consigo fazer uma fotografia realmente bonita de comida? Será que consigo fazer um styling que envolva o leitor de tal forma que ele não queira fechar a página?

A minha paixão por food styling e photography foi crescendo, o meu sentido estético foi-se apurando e com eles cresceu também o blog.

Houve um momento em concreto, no entanto, que senti que de alguma forma estava no ponto de partida. Sim, a qualidade era diferente da do início, mas senti que não me estava a desafiar, que não estava a crescer mais.

E paralelamente sentia que queria dar outro salto, aventurar-me noutro tipo de partilhas de coisas de que gosto e dar mais de mim.

Um pouco a medo dei o salto. Dei largas à criatividade e decidi apostar naquilo que gosto sempre com a visão do que quero e onde quero chegar. A verdade é que faz parte de mim a mudança, reinventar-me a meio do percurso, mudar de rumo quando sinto que preciso de o fazer.

Se é fácil fazê-lo? Não, de todo.

Há que enfrentar medos, preconceitos - muitos - e sobretudo acreditar muito em nós próprios e naquela que é a nossa visão mesmo que possa não ser a do resto do mundo. Há que ter, acima de tudo, persistência.

Vivemos numa era cada vez mais social em que os influenciadores digitais estão a crescer de forma avassaladora - com todos os aspetos positivos e negativos que isso implica.

No entanto a verdade é que há ainda um preconceito em relação a esta forma de profissão.

Tudo aquilo que se vê do lado de lá do ecrã são fotos bonitas, algumas palavras de felicidade - por vezes desabafos mas sempre com uma dose considerável de eufemismo - e também as regalias inerentes a este ramo de negócio.

Não raras vezes falha-se em saber ver o que está para lá disso. O trabalho que está por trás, os sacrifícios - afinal nem tudo são regalias - a dedicação, as desilusões e as batalhas travadas.

Pior do que tudo, falha-se em ver a pessoa real.

Mas a pessoa real está lá sempre. Aquela pessoa que aparece sempre tão impecavelmente cuidada e vestida nas fotos também acorda com o cabelo desalinhado e cara de sono. A pessoa que aparece sempre tão serena também berra com os filhos. A pessoa que aparece a desfrutar de um hotel luxuoso também vive numa casa de família normal e comum. A pessoa que apresenta receitas fotografadas de forma esteticamente irrepreensível também deixa queimar o bolo e serve peixe cozido ao jantar.

E julga-se muitas vezes - demasiadas vezes atualmente - as falsas aparências que as redes sociais motivam. E se por um lado é verdade que aquilo que vemos nas redes sociais e neste mundo digital nem sempre é real e muitas vezes fabricado, é importante também perceber que em muitos casos - especialmente no caso dos influenciadores digitais - é um mundo cuidadosamente elaborado, planeado e concebido de forma a inspirar outros à semelhança de, por exemplo, um filme ou um livro.

A/O blogger é uma pessoa real mas está lá para vos inspirar seja de que forma for. Seja na dieta e estilo de vida, seja na maternidade, seja na moda ou numa série de outros aspetos que fazem parte da vida de qualquer um de nós.

E eu sou blogger e sou uma pessoa real. E esta é a forma que escolhi para vos inspirar.

A mudança fará sempre parte deste espaço porque eu própria estou em constante mudança e porque a minha veia criativa assim o determina.

Hoje faço disto profissão, uma que não me consome e ainda que me exija, não me desgasta. Com ela vem naturalmente os aspetos ligados à forma de negócio que isso acarreta com a promessa, no entanto, de que a principal objetivo e mote será sempre o de vos trazer inspiração da melhor forma que consigo e que me caracteriza.

Se ainda não me conheciam até agora, muito prazer.

Sou a Suvelle.

Sou a Susana.

*

Being a blogger has been a real adventure. After 7 years in this virtual world - actually more since I was the author of another blog before Suvelle Cuisine - there were many things I learned, many disappointments along the way but also many achievements and acknowledgments. When I decided to create this blog it was, in a way, like a challenge that I decided to embrace and a way to escape a very demanding and exhausting profession. Never, at that time, did I even think that this challenge would become such an important part of my life. The truth is that the level of demand for myself began rising little by little and, little by little, I started wondering if I could do a little better. Can I make a really beautiful picture of food? Can I do a styling that involves the reader in such a way that he doesn't want to leave the page? My passion for food styling and photography was growing, my aesthetic sense was clearing up and with them also grew the blog. There was one particular moment, however, that I felt I was somehow at the starting point. Yes, the quality was different from the beginning, but I felt that I was not challenging myself, that I was not growing anymore. And at the same time I felt that I wanted to make another leap, to venture into another kind of sharing of things that I love and to give more of myself. A little scared I made the jump. I gave ways to creativity and decided to bet on what I love doing always with the vision of what I want and where I want to go. The truth is that change is part of me, reinventing myself in the middle of the path, changing course when I feel I need to do it. If it's easy to do it? Not at all. We have to face fears, prejudices - many - and especially believe in ourselves and our vision even if it may not be the same as the rest of the world's. One must, above all, be persistent. We live in an increasingly social age where digital influencers are growing overwhelmingly - with all the positive and negative aspects involved. However the truth is that there is still a prejudice regarding this type of profession. Everything you see on the other side of the screen is a beautiful picture, a few words of happiness - sometimes out of breath but always with a considerable amount of euphemism - and the perks inherent in this business. It is not uncommon to fail to see what is beyond it. The work that lies behind, the sacrifices - after all, not everything is perks - the dedication, the disappointments and the battles fought. Worse than all, we fail to see the real person. But the real person is always there. That person who always appears so impeccably arranged and dressed in the photos also wakes up with the hair disheveled and sleepy eyes.The person who always appears so serene also screams with the kids. The person who appears in photos enjoying a luxurious hotel also lives in a normal family home. The person who presents recipes photographed aesthetically impeccably also lets the cake burn and serves cooked fish for dinner. And it's often thought - too often now - to judge the false appearances that social networks motivate. And while that is true that what we see on social networks and in this digital world is not always real and often manufactured, it is also important to realize that in many cases - especially in the case of digital influencers - it is a carefully crafted, planned and designed world that aims to inspire others like, say, a movie or a book. The blogger is a real person but is here to inspire you in any way. Whether it be in diet and lifestyle, whether in the maternity ward, in fashion or in a series of other aspects that are part of the life of any of us. And I'm a blogger and I'm a real person. And this is the way I chose to inspire you. Change will always be part of this space because I myself am constantly changing and because my creative vein determines it to be so. Today this is my profession, one that does not consume me and even if it requires a lot from me, it doesn't wear me out. With it comes naturally the aspects connected to the form of business that entails with the promise, however, that the main objective and motto will always be to bring you inspiration in the best possible way I can and that is my image. If you still didn't know me by now, nice to meet you. I'm Suvelle. I'm Susana.

#blogger #blogging #influenciadordigital #social #digital #suvelle #sobremim #pessoal

  • Grey Pinterest Ícone
  • Grey Facebook Ícone
  • Grey Instagram Ícone
  • Cinza ícone do YouTube

© 2020 DESIGN BY STUDIO SUVELLE, PORTUGAL