SC_logo.png

Como escolher o seu colagénio






Depois de partilhar os 3 suplementos que tomo diariamente, foram muitas as perguntas sobre qual a marca de suplemento de colagénio que tomo no meu instagram .


Por essa razão achei por bem explicar trazer aqui um resumo sobre toda a pesquisa que fiz e que levou à minha escolha do suplemento, para que também possam fazer a vossa própria escolha informada.


Disclaimer: não sou nutricionista ou médica profissional. Esta é a apenas a minha opinião pessoal. CONSULTE SEMPRE UM MÉDICO ANTES DE TOMAR QUALQUER SUPLEMENTO.



O que são peptídeos de colagénio? Como sustentam o corpo? E, com tantos suplementos no mercado hoje em dia, como escolhemos os melhores suplementos de colagénio para as nossas necessidades individuais?



O QUE É O COLAGENIO


O colagénio é uma proteína encontrada nos tecidos conjuntivos do corpo. Pode melhorar o tom da pele, apoiar a elasticidade da pele e mantê-la flexível e firme. Desempenha um papel fundamental na saúde em geral - desde apoiar a saúde da pele, prevenir a saúde das articulações ou promover a saúde dos ossos e do intestino, a proteína de colagénio é essencial quando se trata de bem-estar e beleza.


O corpo produz naturalmente o colagénio quando se é jovem, mas a produção natural começa a diminuir quando envelhecemos, por volta dos 30 anos.


Este declínio natural da produção de colagénio resulta no envelhecimento da pele, linhas finas, rugas e uma perda de firmeza e elasticidade, bem como dor nas articulações potencial devido à falta de suporte para o tecido conjuntivo.


São quatro os principais tipos de colagénio:


  • Tipo I. Esse tipo é responsável por 90% do colagénio do corpo e é feito de fibras densamente compactadas. Fornece estrutura para a pele, ossos, tendões, cartilagem fibrosa, tecido conjuntivo e dentes.

  • Tipo II. Esse tipo é feito de fibras mais frouxas e encontrado na cartilagem elástica, que amortece as articulações.

  • Tipo III. Esse tipo suporta a estrutura dos músculos, órgãos e artérias.

  • Tipo IV. Esse tipo ajuda na filtração e é encontrado nas camadas da pele.


BENEFICIOS


Não há muitos estudos sobre suplementos de colágeno, mas aqueles que existem mostram a promessa de benefícios nas seguintes áreas:


  • Massa muscular. Um estudo de 2019 em homens recreacionalmente ativos mostrou que uma combinação de suplementos de peptídeo de colagénio e treino de força aumentou a massa muscular e a força mais do que um placebo [estudo].

  • Artrite. Um estudo animal de 2017 analisou os efeitos da administração de suplementos de colagénio a camundongos com osteoartrite pós-traumática (PTOA). Os resultados indicaram que a suplementação pode desempenhar um papel protetor no desenvolvimento e progressão da doença [estudo].

  • Elasticidade da pele. Mulheres que tomaram um suplemento mostraram melhorias na aparência e elasticidade da pele num estudo de 2019. O colagénio também é usado em tratamentos tópicos para melhorar a aparência da pele, minimizando linhas e rugas [estudo, estudo].


COMO ESCOLHER O SUPLEMENTO


Os suplementos de colagénio têm vindo a ser usados para promover a saúde da pele, já que a proteína demonstrou melhorar a elasticidade, hidratação e textura da pele [estudo, estudo, estudo].


No entanto, nem todos os suplementos de colagénio são criados da mesma forma.


Ao selecionar um suplemento de colaggénio, há vários fatores que devem ser considerados. Primeiro, é importante considerar o tipo de suplemento.

Enquanto alguns preferem a facilidade e conveniência das cápsulas (como eu), outros apreciam a versatilidade dos pós de colagénio, que podem ser facilmente misturados em bebidas.


Deve verificar-se o rótulo para determinar a dosagem que contém.

Embora não haja diretrizes estabelecidas sobre a quantidade de colagénio que deve tomar, estudos mostram que dosagens entre 2,5–15 gramas de peptídeos de colágeno por dia são consideradas seguras e eficazes [estudo].



COLAGENIO HIDROLIZADO / PEPTIDEOS


As moléculas de colagénio, no seu estado nativo, são simplesmente muito grandes para serem absorvidas com eficiência pelo nosso corpo - a menos que tenham sido transformadas em suplementos de colagénio hidrolisado.


O colagénio hidrolisado é uma forma processada que é obtida quando as fibras de colagénio são quebradas em pequenas cadeias de aminoácidos chamadas "peptídeos de colagénio" através de um processo que usa uma combinação de enzimas e vapor de alta pressão conhecido como "hidrólise".


Esta tecnologia revolucionária foi inventada e patenteada por uma empresa japonesa há alguns anos e permite que esses peptídeos de colagénio, que são muito menores em tamanho do que a molécula de colagénio original, entreguem com eficiência peptídeos pequenos e utilizáveis no nosso corpo.


Estudos clínicos mostram que este tipo de suplemento de hidrolisado de colagénio é absorvido pela corrente sanguínea e pelos vasos sanguíneos, penetra e permanece na derme e dispara a produção na pele.



SEM ADITIVOS


Existem muitas marcas que afirmam que os seus suplementos de colagénio contêm este tipo de colagénio altamente absorvível quando na verdade, não contêm - isto acontece sobretudo com marcas mais baratas. Em vez disso, eles são predominantemente compostos de 3 aminoácidos Prolina, Glicina e Hidroxiprolina, que juntos representam cerca de 50% do conteúdo total de aminoácidos da cadeia de hélice tripla do colagénio.


Em comparação, tomar suplementos de colagénio que contêm peptídeos de colagénio é mais eficaz porque eles contêm uma sequência de aminoácidos completa como um peptídeo que pode ser prontamente absorvido e transportado para a derme da pele.


Se quer um verdadeiro suplemento que funcione, procure um que contenha colagénio tipo 1 (peptídeos) com alta biodisponibilidade.



ESCOLHA UMA BOA FONTE


As quatro principais fontes de colagénio encontradas nos suplementos são colagénio bovino (vaca), colagénio suíno (porco), colagénio de frango, de preferência alimentado com pasto, e colagénio marinho (peixe).


O colagénio de porco, bovino e frango pode ser feito fervendo os ossos do para criar caldo de ossos. Mas, este tipo de caldo de osso não fornece os mesmos benefícios de aumento de beleza que as proteínas de colagénio marinho.


Ao contrário do colagénio suíno ou bovino alimentado, o colágeno marinho extraído de partes de peixes é a forma mais pura e segura de colagénio para suplementos. Tem mais de 90% de biodisponibilidade, o que significa que é facilmente absorvido pela corrente sanguínea e vasos sanguíneos, e penetra com mais eficiência na derme da pele, o que ajuda a melhorar o tom e a elasticidade da pele e a mantê-la sem rugas.


Embora a colheita de fontes marinhas seja mais cara, o resultado final é um produto muito mais puro e que traz muito mais benefícios à saúde, especialmente em comparação com produtos mais baratos de colagénio bovino e suíno provenientes de subprodutos de matadouros.


O colágeno marinho extraído de peixes de água fria tem uma biodisponibilidade até 1,5 vezes maior do que o caldo de ossos de colagénio suíno ou bovino.


Finalmente, certifique-se de optar por suplementos de alta qualidade adquiridos a partir de um revendedor de confiança e procure produtos que foram submetidos a testes de terceiros para garantir a qualidade e segurança.