SC_logo.png

Pesto alla Genovese com Batata Doce


Pesto alla Genovese with Sweet Potato


Follow me at Instagram | Bloglovin | Facebook | Youtube



A estória repete-se de cada vez que entramos num restaurante. A ementa é avaliada de alto a baixo, ele pensa no que eu poderei querer comer e eu penso no que ele poderá gostar mais. E feita a escolha, assim que o prato nos chega à mesa começa uma verdadeira dissecação dos ingredientes e métodos de preparação numa tentativa de eventualmente o recriarmos em casa.

Este prato é um exemplo disso mesmo. Nas muitas viagens de trabalho do Nuno à Suíça, há um restaurante que ambos já elegemos como O restaurante italiano que é sempre de visita obrigatória. E este é um dos pratos preferidos dele.

Confesso que uma das coisas que mais me tem desiludido em alguns - vários... muitos... demasiados... - restaurantes é a necessidade exagerada de se ser original. Tão original que os ingredientes são muitas vezes completamente desvirtuados e o que é tão bom na sua simplicidade acaba por ser completamente alterado e, na minha opinião, estragado.

Não sou, de todo, puritana na cozinha, mas reconheço que por vezes a simplicidade é a melhor forma de se extrair o verdadeiro sabor dos ingredientes e da combinação entre eles.

Esta massa é precisamente isso, uma combinação simples que funciona de forma absolutamente perfeita. Sem quaisquer malabarismos na execução ou toques épicos de originalidade.

Ainda assim um dos melhores pratos que já comemos.

*

The story repeats itself every time we enter a restaurant. The menu is judged from top to bottom, he thinks about what I might want to eat and I think about what he might like more. And once the choice is made, as soon as the plate reaches the table a true dissection of the ingredients and methods of preparation begins in an attempt to eventually recreate it at home.

This dish is an example of exactly that. On Nuno's many work travels to Switzerland, there is a restaurant that we have both chosen as The Italian Restaurant that is always a must-visit. And this is one of his favorite dishes.

I confess that one of the things that has disappointed me most in some - several ... many ... too many ... - restaurants is the exaggerated need to be original. So much that the ingredients are often completely misrepresented and what is so good in its simplicity turns out to be completely altered and, in my opinion, spoiled.

I am not at all a puritan in the kitchen, but I recognize that sometimes simplicity is the best way to extract the true flavor of the ingredients and the combination between them.

This pasta is just that, a simple combination that works absolutely perfectly. Without any juggling in the execution or epic touches of originality.

Still one of the best dishes we have ever eaten.






Pesto alla Genovese com Batata doce

Ingredientes

  • 1 batata doce pequena

  • 100 gr feijão verde redondo

  • 400 gr de linguine

  • 1 dente de alho

  • 1 c. sopa de pinhões

  • 40gr de mangericão fresco

  • 4 c. sopa de azeite

  • 3 c. sopa de queijo parmesão ralado (mais lascas para servir)

  • Sal